Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

FRIGORÍFICO INDEPENDÊNCIA

Aprovação de novo Plano reacende expectativa

Aprovação de novo Plano reacende expectativa
04/03/2011 17:46 - DA REDAÇÃO


Com aprovação apertada de 51,8% dos votos presentes, o frigorífico Independência obteve o aval dos credores para vender ativos por meio de leilão judicial, visando quitar débitos e evitar a falência da indústria. A aprovação ocorreu na assembléia extensa, com nove horas de duração, realizada ontem, em São Paulo. Entre os ativos a serem leiloados, alguns estão situados em Mato Grosso do Sul, como o abatedouro de Campo Grande, um frigorífico e um curtume de Nova Andradina.

“Ainda mantemos a esperança de que os produtores recebam os valores que lhes são devidos. A reunião foi demorada, mas nós não poderíamos deixar que as possibilidades de negociação se esgotassem”, declarou o membro da Comissão de Credores do frigorífico Independência, da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul (Famasul), Léo Brito, que representou a classe produtiva do Estado. Os credores sul-mato-grossenses ainda tem cerca de R$ 17 milhões a receber do frigorífico. A dívida total do Independência está estimada em R$ 1,9 bilhão.

Depois que o novo plano judicial for homologado, o Independência deverá convocar mais uma assembléia no prazo de 90 dias, para discussão das propostas de eventuais interessados na compra dos ativos da empresa. Na ausência de propostas ou se houver rejeição sobre elas, caberá aos credores decidir os próximos capítulos desta novela, que se arrasta desde março de 2009, quando a indústria entrou oficialmente em recuperação judicial. Outros ativos a serem leiloadas pelo frigorífico estão em Goiás, São Paulo, Mato Grosso e Tocantins. Os imóveis estão avaliados em R$ 270 milhões.
 

Felpuda


As definições no que se relaciona aos nomes para a disputa eleitoral vêm ocorrendo aqui e acolá. Pré-candidato que sonha comandar cidade o interior poderá deixar de ver o seu sonho realizado. É que o dito-cujo terá de enfrentar as lembranças de rumoroso caso que se tornou escândalo depois da denúncia de uma servidora. Há quem garanta que é só a campanha começar para a história ser contada capítulo por capítulo. Afe!