Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, quarta, 14 de novembro de 2018

PRÉ-PROJETO

Aprosoja MS reivindica 24 estações meteorológicas

11 JUL 2012Por DA REDAÇÃO00h:00

Mato Grosso Sul deve receber pelo menos 24 novas estações meteorológicas por meio do Projeto “Ampliação da Rede de Estações Meteorológicas” elaborado pela Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso do Sul (Aprosoja MS) em parceria com a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agrário, da Produção, da Indústria, do Comércio e do Turismo de Mato Grosso do Sul.

Em audiência com o secretário de Meio Ambiente, Planejamento e de Ciência e Tecnologia do Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação, Carlos Alberto Negreiros Said Menezes, ontem  (10), o presidente da Aprosoja MS, Almir Dalpasquale, e a secretária titular da pasta de MS, Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias, apresentaram o pré-projeto que servirá para pleitear recursos para a aquisição das estações.

Atualmente o estado tem na agropecuária a sua base econômica, com destaque para a produção de soja, milho safrinha e cana-de-açúcar. No cenário nacional, Mato Grosso do Sul é o quinto maior produtor de soja e o terceiro de milho safrinha. Com isso, mesmo com a criação do Centro de Monitoramento de Tempo, do Clima e dos Recursos Hídricos – que utiliza nas previsões os dados de quatro estações meteorológicas próprias e das 22 estações do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o número de estações ainda é insuficiente, conforme justificativa da Aprosoja.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também