Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

Apreendidos dois ônibus com contrabando

29 MAR 10 - 11h:07
Depois da apreensão de um carregamento de toalhas e agasalhos na sextafeira, pela Polícia Militar em Corumbá, na BR-262, policiais do Departamento de Operações de Fronteira (DOF) também apreenderam na mesma rodovia, dois ônibus carregados de mercadorias contrabandeadas da Bolívia. Os veículos, fretados, seguiam para o Estado do Paraná. Durante a fiscalização de rotina na BR-262, região de Corumbá, os policiais barraram o ônibus Volvo/B10M de cor branca, placas AEI 2903, conduzido por J.D., residente em Palotina (PR) e o Mercedes Bens 400, de cor verde, placas AFD-8817, dirigido por A.A., morador na cidade de Campo Mourão (PR). No decorrer das vistorias nos dois veículos foram encontrados 197 volumes, contendo vestuário e calçados, que após aferidos pesaram 3,8 toneladas, todas de mercadorias de origem estrangeira, divididas entre 39 passageiros de ambos os ônibus. Questionados a respeito dos produtos, os passageiros informaram tê-los adquiridos na Bolívia, com a intenção de levá-los para vários municípios paranaenses, para fins de revenda. Eles não tinham documentação de regular importação. Diante dos fatos, as mercadorias foram apreendidas, bem como os veículos, e encaminhados à Receita Federal em Corumbá. Van Na sexta-feira, a Polícia Militar em Corumbá já havia barrado carregamento de 1.716 toalhas de banho, 256 conjuntos de agasalhos, 312 camisetas, blusas femininas, cobertores e calças jeans. As confecções estavam sendo transportadas em uma van com placas de Guarulhos (SP) e ocupada por seis pessoas. O veículo teve problemas na roda traseira e estava parado junto ao anel viário. Temendo serem flagrados pela polícia com as mercadorias contrabandeadas, os passageiros jogaram vários fardos no meio do mato. Uma equipe da Polícia Militar passou pelo local e percebeu a movimentação, inclusive, a tentativa de se esconder o contrabando. Os ocupantes da van confirmaram que pretendiam recolher os produtos lançados no matagal tão logo os problemas no veículo fossem sanados. (TG)
Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

CLÁUDIO HUMBERTO

“Justiça não pode criminalizar atividade empresarial”

Confira o seu astral para este sábado
OSCAR QUIROGA

Confira o seu astral para este sábado

CORREIO DO ESTADO

Confira o editorial deste sábado/domingo: "A reinvenção da máquina pública"

ARTIGO

Venildo Trevisan: "Alegria"

Frei

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião