Campo Grande - MS, sexta, 17 de agosto de 2018

RECUPERAÇÃO

Após três quedas seguidas, dólar fecha em alta a R$ 1,616

19 MAI 2011Por ESTADÃO17h:40

O dólar comercial encerrou o dia em alta de 0,37%, a R$ 1,616 no mercado interbancário de câmbio. Na mínima, logo após a abertura, a divisa dos EUA bateu em R$ 1,6080 (-0,12%). Na máxima, atingiu R$ 1,6200 (+0,62%). No mês, a moeda norte-americana acumula ganho de 2,67%, mas cai 2,88% no ano. Na Bolsa de Mercadorias e Futuro (BM&F), o dólar à vista registrou avanço de 0,27%, a R$ 1,6152.

Após três dias consecutivos em baixa, quando acumulou perda de 1,65%, o dólar teve um respiro hoje e voltou a subir em relação ao real. Segundo operadores, tal movimento pode estar relacionado ao fluxo menor, uma vez que os exportadores ficaram longe das mesas de operação. Além disso, as commodities e a Bovespa voltaram a perder força hoje, o que acaba contribuindo para o avanço da moeda norte-americana.

No exterior, as bolsas operaram, pelo menos por hoje, sem novas sombras no noticiário europeu, mas as commodities tiveram mais um dia de queda. Os indicadores norte-americanos foram dúbios e não serviram para dar direção firme aos mercados. Ainda lá fora, começou a disputa pela sucessão do ex-diretor-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Dominique Strauss-Kahn, que renunciou na noite de ontem. Os países da Ásia pedem um sucessor asiático ou dos emergentes para liderar o Fundo, enquanto a Alemanha e a França dão indícios de que preferem um nome europeu.

Câmbio turismo

Nas operações de câmbio turismo, o dólar subiu 0,59% hoje, para R$ 1,717 na ponta de venda e R$ 1,597 na compra. No mês, o dólar turismo acumula alta de 5,34%. O euro turismo subiu 0,41% a R$ 2,433 na venda e R$ 2,28 na compra; no mês, acumula alta de 0,41%.

 


 

Leia Também