Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

DECISÃO

Após reunião, Valdivia decide ficar no Palmeiras

Após reunião, Valdivia decide ficar no Palmeiras
15/06/2012 18:18 - terra


Uma reunião entre a diretoria do Palmeiras e o meia Valdivia definiu que o camisa 10 permanece no clube alviverde ao menos até o final da Copa do Brasil e a recuperação do time no Campeonato Brasileiro. As partes se reuniram na tarde desta sexta-feira na Academia de Futebol e definiram o acordo.

"Entendemos o momento difícil do Valdivia, e chegamos a conclusão que a convivência dele com os companheiros nos treinos e jogos pode ajudá-lo a retomar as atividades normais do dia-a-dia dele", afirmou o gerente de futebol César Sampaio ao site oficial do clube alviverde.

O chileno, inclusive, já se colocou à disposição para jogar diante do Vasco, neste domingo, às 16h (de Brasília), na Arena Barueri. O camisa 10 treinou normalmente nesta sexta-feira e pode ser relacionado pelo técnico Luiz Felipe Scolari.

"Apesar de ainda estar bastante abalado emocionalmente, não quero atrapalhar a equipe com essa história de que vou sair ou vou ficar, pelo contrário. Quero ajudar o Palmeiras nesta partida decisiva contra o Grêmio (Copa do Brasil) e também na nossa reação no Campeonato Brasileiro", afirmou Valdivia.

Luis Valdivia, pai do jogador, esteve na reunião com Cesar Sampaio, gerente de futebol, Roberto Frizzo, vice-presidente de futebol, e Piraci Oliveira, diretor jurídico. Antes, quando abordado pela imprensa durante o treinamento desta sexta, Luis havia ressaltado que era seu filho quem tomaria a decisão sobre seu futuro, e não sua família, que ficou abalada com o incidente - sua mulher retornou para o Chile e, segundo o jogador, não demonstra ter vontade de morar mais uma vez no Brasil.

Mais do que isso, o pai do atleta constatou a melhora do jogador depois do sequestro e afirmou que um possível retorno ao futebol chileno era pouco provável, por conta do alto valor que o clube do país precisaria desembolsar para ter o jogador. Ainda assim, após a disputa da competição que dá uma vaga ao clube na próxima Copa Libertadores, o camisa 10 deve ter novas conversas com a diretoria. 

Felpuda


O desgaste de antigas lideranças nacionais, com reflexo em nível local, é a maior preocupação dos dirigentes de partidos para as eleições deste ano, que terá reflexo em 2022. Em épocas passadas, essas figurinhas cruzavam os céus do País para visitarem os municípios e pedirem que a população votasse em seus ungidos. Agora, com pendências judiciais e poder enfraquecido, dificilmente seriam convidadas. A pandemia, que resultou no isolamento social, foi a pá de cal.