Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, terça, 20 de novembro de 2018

Após polêmica, São Paulo conquista o hexa

7 DEZ 2008Por 18h:04
     

        Da redação

        Algumas horas depois da polêmica denúncia feita à CBF sobre uma suposta tentativa de manipulação resultado da partida decisiva do Campeonato Brasileiro de 2008, o São Paulo deixou a confusão de lado para conquistar o hexacampeonato nacional. A equipe comandada por Muricy Ramalho fez sua parte, derrotou o Goiás por 1 a 0 no Estádio Bezerrão e ergueu pela terceira vez consecutiva a taça da competição nacional.

        Mesmo com todo clima de decisão criado nas últimas semanas, um fato atrapalhou o campeonato mais emocionante na era de pontos corridos no Brasil. Na tarde do último sábado, a CBF publicou um comunicado afirmando que recebeu uma denúncia de uma suposta tentativa de manipulação de resultado no duelo entre Goiás e São Paulo.

        O nome do árbitro Wagner Tardelli foi envolvido no caso e a entidade maior do futebol nacional, junto ao próprio juiz, decidiu trocar o árbitro para a partida decisiva, escalando Jailson Macedo Freitas.

        Para piorar a situação, uma das versões do caso é o suposto envio de ingressos para o show da cantora Madonna, que será realizado no Estádio do Morumbi nos dias 18, 20 e 21, a Wagner Tardelli que brincou e disse que sequer é fã da artista norte-americana.

        Já no início da manhã deste domingo, o São Paulo anunciou seu desligamento da Federação Paulista de Futebol (FPF), afirmando que a denúncia partiu da própria entidade paulista, por meio de Marco Polo Del Nero, seu presidente.

        Com 75 pontos conquistados em 38 jogos, o time comandado por Muricy Ramalho venceu em 21 oportunidades, empatou 12 vezes e perdeu somente cinco. Além disso, tem o melhor ataque da competição nacional ao lado do Flamengo, com 66 gols marcados e somente 36 sofridos.

        Com mais um triunfo à frente do elenco tricolor, o terceiro seguido no Brasileiro, Muricy iguala uma marca histórica do ex-treinador Rubens Minelli, que também conquistou três títulos nacionais seguidos (Minelli foi campeão em 75 e 76 com o Internacional e em 77 com o próprio São Paulo). Já Muricy também ergueu a taça três vezes seguidas (2006, 2007 e 2008).

        No entanto, não é só Muricy que é tri pelo São Paulo. O capitão e goleiro Rogério Ceni, o reserva Bosco, os zagueiros André Dias e Miranda, o lateral-esquerdo Junior e o meio-campista Richarlyson levantaram a taça nacional pelo terceiro ano seguido.

        A partida nem começou e o jogo já estava agitado. Além do problema da denúncia da suposta manipulação de resultado, as diretorias de Goiás e São Paulo iniciaram grande confusão no gramado do Bezerrão para saber quem seria a equipe que utilizaria o banco de reservas do mandante no duelo deste domingo.

        Ao final da discussão ficou decidido que o clube do Morumbi utilizaria o vestiário número um, destinado aos mandantes, enquanto o banco de reservas principal seria ocupado pelo Goiás.

        Com a bola rolando, a partida foi bastante truncada e o São Paulo valorizou a posse de bola, já que um simples empate dava o sexto título nacional à equipe do Morumbi. No entanto, como grande parte dos gols da equipe de Muricy Ramalho, o time tricolor balançou as redes em um lance de bola parada, que iniciou nos pés de Rogério Ceni.

        Aos 21min de jogo, o capitão cobrou falta, Harlei fez grande defesa. No rebote, Hugo chutou e o atacante Borges, impedido, desviou para o fundo das redes, abrindo caminho para o tri brasileiro e marcando seu 16º gol no campeonato. (informações do Terra)

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também