Domingo, 18 de Fevereiro de 2018

BRASILEIRÃO

Após jogo duro contra o Fluminense, Guarani nega mala branca

6 DEZ 2010Por FOLHA ONLINE09h:31

A equipe do Guarani deixou o Engenhão logo após o fim da partida. Os jogadores caminharam de cabeça baixa para o ônibus que os levou para fora do estádio.

Depois do confronto, o técnico Vagner Mancini, que dirigiu o time nas 38 rodadas, pediu demissão.

"Nada de mala branca. O Guarani jogou pela honra'', disse o zagueiro Aislan. Ele chamou de falsa a oferta de uma recompensa, por parte do Corinthians, caso o time não fosse derrotado pelo Fluminense neste domingo.

"São comentários infelizes. O Fluminense mereceu ser campeão'', disse o zagueiro, formado no São Paulo.

Aislan declarou que ninguém procurou os jogadores do Guarani, acenando com dinheiro, para eles endurecerem a partida.

A equipe de Campinas foi rebaixada e jogará a Série B do Campeonato Brasileiro na próxima temporada.

"Infelizmente, o futebol é assim. Mas a gente vai brigar para subir no ano que vem'', disse Aislan.

Leia Também