Quarta, 13 de Dezembro de 2017

Corinthians

Após invasão, Mano diz: ''não queríamos jogar''

3 FEV 2014Por band00h:00

 

A violenta invasão de torcedores ao CT Joaquim Grava no último sábado abalou muito o elenco do Corinthians e, após a derrota por 2 a 1 para a Ponte Preta neste domingo, o técnico Mano Menezes admitiu que o time não gostaria de entrar em campo. Mesmo assim, ele prefere não usar isso como desculpa pela má atuação diante da equipe de Campinas.

 

“Nós, como clube, decidimos jogar. Mas os jogadores não queriam jogar, o treinador não queira jogar, o presidente não queria jogar, porque o que aconteceu não deveria passar em branco pelo futebol que nós acreditamos e queremos”, comentou o treinador alvinegro.

 

Para Mano, o Corinthians conseguiu jogar bem ainda no primeiro tempo, apesar da violência da torcida.

 

“A partir do momento que entendemos que deveríamos todos estar em campo, não vamos transferir para nossa atuação todas as justificativas para explicar o que não conseguimos fazer pela terceira vez no campeonato. Mesmo com todos os problemas, fizemos um primeiro tempo muito bom”, acrescentou o técnico.

 

Segundo o treinador, os problemas são ainda mais graves do que o divulgado pela imprensa. “É obvio que não fizemos a preparação adequada para o jogo. Nosso ultimo treino não aconteceu, aconteceram os fatos que vocês têm uma certa noção. Talvez nas próximas horas vocês terão mais e então vão entender a gravidade do que aconteceu.”
 

Leia Também