Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

sexta, 15 de fevereiro de 2019 - 23h15min

UFRJ

Após incêndio, 2,5 mil alunos da seguem sem aulas até quinta-feira

29 MAR 11 - 11h:36g1

A Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) informou nesta terça-feira (29) que cerca de 2.500 alunos de cursos do Campus da Praia Vermelha, na Urca, na Zona Sul, ficarão sem aula até a quinta-feira (31). Por causa do incêndio que atingiu um prédio da universidade, as aulas de Pedagogia, Administração, Ciências Contábeis, Economia e Comunicação só serão retomadas na sexta (1°).

Segundo a assessoria da UFRJ, alunos dos cursos de Serviço Social, Psicologia e Psiquiatria estão tendo aulas normais nesta terça. Nesta manhã, a CET-Rio informou que foi reaberto o tráfego na pista sentido Urca, da Avenida Pasteur, na Praia Vermelha. A faixa, que fica junto ao prédio incendiado da UFRJ, estava interditada desde a tarde de segunda-feira (28) para facilitar o trabalho dos bombeiros de combate às chamas e aos trabalhos de rescaldo.

Fogo
Durante toda a noite, bombeiros trabalharam para evitar o aparecimento de novos focos de incêndio no prédio. O interior da capela de São Pedro de Alcântara foi completamente destruído. O local passava por obras de restauração. Um acidente com uma solda pode ter provocado o incêndio.

Incêndio em prédio do campus da UFRJ (Foto: Genilson Araújo/ Agência O Globo)O fogo, de acordo com informações iniciais, teria começado na escada que leva à capela da reitoria. A antessala ficou coberta de água. Bombeiros usaram água da piscina da universidade e do Iate Clube do Rio de Janeiro, que fica em frente, para apagar as chamas.

O incêndio se alastrou rapidamente e atingiu os três andares do prédio. A estrutura de madeira facilitou a propagação do fogo. O reitor da UFRJ, Aloisio Teixeira, disse que vai aguardar as investigações sobre as causas do incêndio. Se ficar comprovado que houve falha técnica durante os trabalhos de restauração, a UFRJ vai processar a empresa responsável pela obra. Teixeira garantiu também que o prédio passa por manutenções periódicas e que os extintores foram substituídos recentemente."

Ainda nesta terça deve ser feita uma perícia no prédio para determinar as causas do incêndio. O laudo, deve ficar pronto em dez dias.
 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

TRAGÉDIA

Funcionários da Vale são presos por rompimento de barragem de Brumadinho

BRASIL

União pagou R$ 565 milhões em dívidas atrasadas de estados em janeiro

TRAGÉDIA

Procuradoria defende júri popular para acusados por tragédia em Boate Kiss

TRAGÉDIA

Justiça determina que Vale retire animais das áreas de risco em Barão de Cocais

Mais Lidas