Campo Grande - MS, segunda, 20 de agosto de 2018

GOL CONTRA

Após festas, São Paulo perde para Santa Cruz

30 MAR 2011Por TERRA23h:51

Acabou a festa para o São Paulo. Depois de comemorações pela contratação de Luís Fabiano, gol número 100 de Rogério Ceni e fim do jejum de vitórias em clássicos com o Corinthians, o time tricolor voltou a campo contra o Santa Cruz, pela Copa do Brasil, na noite desta quarta-feira, e foi derrotado por 1 a 0. O gol que definiu a partida do Arruda foi marcado contra por Rodrigo Souto.

São Paulo e Santa Cruz voltam a se enfrentar na próxima quarta-feira, dia 6 de abril, em local a definir. O vencedor deste duelo avança às oitavas de final para jogar contra quem passar de Ponte Preta e Goiás.

O Santa Cruz iniciou o jogo melhor, apoiado por sua animada torcida. Após ter gol a seu favor, postou-se em seu campo de defesa, vendo o São Paulo atacar até os minutos finais, mas sem muito sucesso.

A equipe paulista veio a campo com algumas mudanças em relação ao time que derrotou o Corinthians no último domingo. De volta da Seleção Brasileira, Lucas retomou a posição que foi de Ilsinho no clássico. Já Rivaldo surgiu no meio de campo ao lado do garoto, sendo que o time atuou com Rodrigo Souto e Jean entre os volantes (Rhodolfo foi o lateral direito).

O jogo

A partida começou complicada para o São Paulo, com o Santa Cruz iniciando forte pressão. Quem criou a primeira boa chance, porém, foi o time paulista. Rivaldo aproveitou sobra na área, arriscou belo chute de longe e viu Tiago Cardoso fazer boa defesa. Impulsionado por sua torcida, a equipe pernambucana apostava na correria para passar pela marcação são-paulina, mas sem grande resultado.

Passada a "blitz" inicial do Santa Cruz, o time paulista passou a controlar a bola no meio de campo, enquanto a equipe da casa se postou em seu campo de defesa. Aos 22min, em jogada de contra-ataque, Dagoberto teve chance de deixar Rivaldo em grande condição para finalizar, mas demorou para definir o lance e foi desarmado.

A partida ficou interrompida por alguns instantes a partir dos 28min, quando Lucas recebeu joelhada acidental no rosto e precisou ser atendido. O garoto retornou ao gramado a tempo de ver o gol do Santa Cruz. O atacante Gilberto, pretendido pelo Corinthians, passou fácil por Miranda na esquerda, cruzou e viu Rodrigo Souto completar de forma bizarra para o próprio gol.

Após ser vazado, o São Paulo apertou o ritmo no ataque, usando a bola aérea para tentar passar pela marcação. Aos 42min, o time paulista chegou a estufar as redes, com Dagoberto completando cruzamento de Rhodolfo, mas a arbitragem anulou o gol corretamente por impedimento.

Segundo tempo

Na volta do intervalo, o São Paulo retornou com Carlinhos Paraíba no lugar de Juan, deixando o time em um 3-5-2. Com isso, Rodrigo Souto tornou-se o único volante, enquanto Juan jogou pela direita sem subir tanto. O time visitante voltou dominando o jogo e em cinco minutos Dagoberto obrigou Tiago Cardoso a fazer duas boas defesas.

Aos 8min, Lucas fez grande jogada pela direita e cruzou na área, mas Dagoberto não chegou a tempo para finalizar. A resposta do Santa Cruz saiu seis minutos depois, quando Natan invadiu a área são-paulina à base do drible e caiu pedindo pênalti, mas a arbitragem mandou o jogo seguir.

Insatisfeito, Carpegiani sacou o apagado Rivaldo para a entrada de Ilsinho, que fez companhia a Lucas na armação. Na sequência, Marlos substituiu Rodrigo Souto. Para facilitar o trabalho são-paulino, o Santa Cruz teve Leandro Souza expulso com o segundo cartão amarelo, mas ainda assim o time visitante tinha trabalho para chegar ao ataque com a forte marcação da casa.

Os minutos finais da partida viram um confronto de ataque contra defesa. Todos os atletas do Santa Cruz se postaram na defesa para defender sua meta, enquanto o São Paulo buscava espaços. O zagueiro Alex Silva tornou-se praticamente um centroavante, uma vez que o trabalho em sua defesa ficou escasso. Mas não houve solução para passar pela retranca recifense.

Santa Cruz 1 x 0 São Paulo

Gols

Santa Cruz:
Rodrigo Souto (contra), aos 34min do primeiro tempo

Santa Cruz: Tiago Cardoso, Leandro Souza, Thiago Matias e Everton Sena; Cléber Goiano, Jeovânio, Weslley, Natan (André Oliveira) e Renatinho; Gilberto (Laécio) e Landú (Marcus Vinícius) Técnico: Zé Teodoro

São Paulo: Rogério Ceni, Rhodolfo, Alex Silva, Miranda e Juan (Carlinhos Paraíba); Jean, Rodrigo Souto (Marlos), Rivaldo (Ilsinho) e Lucas; Fernandinho e Dagoberto Técnico: Paulo César Carpegiani

Cartões amarelos
Santa Cruz: Weslley
São Paulo: Rogério Ceni, Miranda e Fernandinho

Cartões vermelhos
Santa Cruz: Leandro Souza

Árbitro
Marielson Alves Silva (BA)

Local
Estádio do Arruda, em Recife (BA)  

Leia Também