Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, terça, 25 de setembro de 2018

Após excluí-lo da base, André cobra posição de Marquinhos

10 ABR 2008Por 22h:50
     

ADILSON TRINDADE E LIDIANE KOBER

 

Depois da troca de farpas, o governador André Puccinelli (PMDB) e o deputado Marquinhos Trad (PMDB) conversaram ontem em clima cordial, contudo o chefe do Executivo não deixou de a lado a oportunidade e quis saber do parlamentar de que lado ele está. "Estou do lado da população", respondeu o deputado, que segundo declarações do governador não faria mais parte da base aliada na Assembléia Legislativa, por conta de críticas ao apoio de André à devolução em 36 meses da dívida de mais de R$ 191 milhões da Enersul com o consumidor do Estado.

 

Logo no início do bate-papo, que ocorreu durante a 1ª Conferência Estadual de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais de Mato Grosso do Sul, André tentou atenuar a crise. Ele acusou a imprensa de criar intriga entre ambos. "Você já ouviu de mim que não faz mais parte da base aliada?", perguntou André ao parlamentar. "Nunca ouvi do senhor, mas não acredito que toda a imprensa iria mentir", respondeu Marquinhos.

 

Depois, o governador tentou explicar o motivo pelo qual mandou ofício à Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), declarando seu apoio ao parcelamento da dívida da Enersul em três anos, em troca da estabilização da tarifa no mesmo período. Ele argumentou temer a necessidade da empresa efetuar empréstimo para pagar o montante em um ano e acabar exigindo em 2009 um supertarifaço para recuperar o prejuízo.

 

 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também