Sexta, 23 de Fevereiro de 2018

18 gols em 3 jogos

Após crise, Vasco se considera time goleador

25 FEV 2011Por r714h:13

O início de 2011 foi ruim para o Vasco, que perdeu seus quatro primeiros jogos e foi precocemente na Taça Guanabara. O técnico Paulo César Gusmão não resistiu aos maus resultados e a diretoria agiu rapidamente: contratou Ricardo Gomes, zagueiro de sucesso nas décadas de 80 e 90 e acostumado a armar equipes com um sólido esquema defensivo.

Nos três jogos em que comandou o Cruzmaltino até aqui, sofreu apenas um gol de pênalti. Porém, o que mais tem chamado a atenção no trabalho do novo comandante vascaíno é o poder de fogo do ataque. 

Sob o comando de Ricardo Gomes, no Campeonato Carioca, o Vasco derrotou o Americano por 3 a 0 e aplicou uma humilhante goleada por 9 a 0 no América. Pela Copa do Brasil um 6 a 1 no Comercial, de Mato Grosso do Sul, e a classificação para as semifinais sem a necessidade de jogo de volta. Foram 18 gols em três partidas, um média de seis gols por jogo. 

Para o atacante Marcel, o técnico exige o posicionamento correto em campo, mas deixa os jogadores à vontade no gramado.

O treinador ainda não usou todas as peças a sua disposição, de acordo com os próprios jogadores. O atacante Leandro, contratado junto ao Grêmio, ainda não conseguiu estrear, o que acontece com o meia argentino Leandro Chaparro.

O clube ainda se movimenta nos bastidores para trazer reforços de peso do meio para frente, como o apoiador Diego Souza, hoje no Atlético-MG, e o centroavante Alecsandro, do Internacional. 

Dentro de campo o elenco segue se preparando para a estreia na Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca, prevista para a próxima sexta-feira (4), às 19h30, no Estádio Cláudio Moacyr, em Macaé.

Leia Também