Campo Grande - MS, quarta, 15 de agosto de 2018

Campeonato Italiano

Após 7 anos, trio brasileiro pode dar título ao Milan

7 MAI 2011Por folha00h:00

Sete anos depois de conquistar seu último título do Campeonato Italiano, o Milan está perto de acabar com o jejum. Neste sábado, basta um empate contra a Roma, fora de casa, pela 36ª rodada, para comemorar o 18º título nacional. Curiosamente, a campanha e as condições atuais são parecidas com as da última conquista.

Na temporada 2003/04, o Milan, então treinado por Carlo Ancelotti, hoje no Chelsea, tinha três brasileiros entre os titulares: o goleiro Dida, o lateral direito Cafu e o meia Kaká. O lateral esquerdo Serginho ainda figurava entre os reservas. Nesta temporada, Massimiliano Allegri também conta com um trio brasileiro em seu time titular: o zagueiro Thiago Silva e os atacantes Pato e Robinho.

O ex-jogador do Fluminense, cortejado pelo Real Madrid antes do início da temporada, jogou 30 partidas no Campeonato Italiano --só o goleiro Abbiati e Robinho tiveram mais presenças em campo, com 33 e 31 jogos, respectivamente.

"Ainda não conquistamos nada, falta um ponto. Sabemos como é o futebol e por isso é preciso estar concentrado. A Roma será um adversário duro, pois uma vitória pode colocá-los na Copa dos Campeões do próximo ano, enquanto que um empate é suficiente para nós", analisou o zagueiro durante a semana.

Pato lutou contra as contusões durante toda a temporada. A mais recente foi na coxa direita. Recuperado, o ex-jogador do Internacional, confirmado para o duelo contra a Roma, é o artilheiro do Milan no nacional ao lado do sueco Ibrahimovic, com 14 gols cada.

Em uma partida considerada chave na competição, Pato foi destaque do Milan na vitória por 3 a 0 sobre a Inter de Milão, no começo do mês passado, ao marcar dois gols.

Robinho, por sua vez, disputou sua primeira temporada pelo Milan --a exemplo de Cafu e Kaká em 2003/04-- e balançou as redes 12 vezes. Contra o Brescia, na penúltima rodada, ele garantiu a vitória por 1 a 0.

"Eu vim para o Milan com o pensamento de vencer e marcar meu nome no clube mais importante do mundo. Agora estou perto disso. Eu fui bem neste ano e espero repetir na próxima temporada", disse o atacante para o site do clube.

Além do trio brasileiro, outra coincidência em relação à última conquista está no adversário deste sábado. Foi também diante da Roma que o Milan confirmou o título de 2004, a três rodadas do término do campeonato, como agora. A diferença é que naquele ano o jogo foi em Milão e a competição contava com 18 participantes contra 20 da edição atual.

Neste ano, o Milan ainda disputa a semifinal da Copa Itália --enfrenta o Palermo no dia 10, fora de casa, após ter empatado o jogo de ida por 2 a 2, em Milão --e tem chance de chegar à final. Em 2003/04, a equipe também chegou à semifinal do torneio, mas foi eliminada pela Lazio. Com cinco títulos, o clube milanista nunca conseguiu a 'dobradinha', com o scudetto e a Copa Itália no mesmo ano.

Leia Também