Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, quinta, 15 de novembro de 2018

Após 7 anos, bairro londrino ainda lembra morte de Jean Charles

21 JUL 2012Por TERRA22h:00

A morte do brasileiro Jean Charles de Menezes, em 22 de julho de 2005, ainda é lembrada por quem passa por Stockwell, bairro residencial de classe média situado na região sul de Londres. Seja na entrada da estação do metrô onde o eletricista foi alvejado com diversos tiros na cabeça por policiais da brigada anti-terrorista da Scotland Yard, ou na lembrança de moradores dali, a tragédia que completa sete anos neste domingo marcou uma região considerada tranquila dentro da agitada capital inglesa.

"Uso o metrô todos os dias, e em muitos momentos, penso no que foi tudo aquilo, e especialmente para a família de um jovem que morre de forma inocente e tão estúpida. Certamente, nosso bairro ficou mais triste depois daquele dia", afirma o arquiteto Hugh McVille, 42 anos, em frente ao painel com a foto do brasileiro que lembra as circunstâncias de sua morte e pede justiça para o caso.

Steve Hill, jardineiro de 37 anos que mora no bairro desde que nasceu, lembra que a rotina pacata na região foi completamente quebrada naquele dia. As primeiras notícias que corriam era de que havia ocorrido um atentado terrorista na estação de metrô, e que o suposto criminoso havia sido morto.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também