Campo Grande - MS, quarta, 15 de agosto de 2018

Apesar de crise, arrecadação de ICMS avança em 2009

14 MAR 2010Por 09h:15
     

A arrecadação tributária dos Estados sofreu com a crise, mas mesmo assim conseguiu fechar o ano com crescimento, mantendo-se superior à obtida pelo governo federal.

O ICMS --imposto que responde por cerca de 90% da arrecadação estadual de impostos-- recolhido pelos 27 Estados e pelo Distrito Federal avançou 3% no ano passado, atingindo R$ 229,35 bilhões. Para efeito de comparação, a arrecadação tributária e previdenciária da União teve um crescimento de 1,8%, para R$ 698,3 bilhões.

A diferença entre a arrecadação federal e estadual de tributos passa por diversos fatores, entre eles a quantidade de cortes de alíquotas para ajudar na recuperação da crise, a dificuldade --e má vontade-- dos Estados em fazer seus cortes e de quem paga esses impostos.

Segundo a Receita, o governo federal desonerou o setor produtivo --em especial os ramos automotivo, de linha branca e construção-- em R$ 12 bilhões em 2009. Não há dados confiáveis a respeito do tamanho da desoneração feita pelos Estados, mas especialistas confirmam que foi bem menor.

As informações são da Folha Online

Leia Também