Quarta, 21 de Fevereiro de 2018

INDÚSTRIAS

Apesar da alta, produção recuou no final do ano

2 FEV 2011Por AGÊNCIA BRASIL12h:05

O crescimento de 10,5% da produção industrial brasileira em 2010 teve como principal motivo o bom resultado da indústria nacional no primeiro trimestre do ano, já que nos trimestres seguintes, o desempenho piorou. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), depois de um primeiro trimestre com alta de 3,1% em relação ao período anterior, o segundo trimestre teve aumento de apenas 1,1%.

Já os terceiro e quarto trimestres daquele ano tiveram quedas na produção de 0,6% e 0,1%, respectivamente, em relação ao trimestre anterior. O pesquisador do IBGE André Macedo diz que, após o primeiro trimestre, a indústria nacional passou a ter uma produção mais moderada, por diversos fatores.

“Esse comportamento tem a ver com a questão do aumento das importações a partir do final do primeiro trimestre do ano, juntamente com outros fatores, como estoques elevados em algumas atividades industriais e a própria elevação da taxa de juros que se dá a partir de abril de 2010. A combinação desses fatores juntamente com a retirada dos incentivos fiscais a determinadas atividades acabam formando um cenário de redução do ritmo de expansão”, disse Macedo.

Apenas no mês de dezembro, a queda foi de 0,7%, com reduções de 0,5% no segmento de bens de capital, de 0,6% nos bens de consumo duráveis e de 0,4% nos bens de consumo semi e não duráveis. Os bens intermediários tiveram estabilidade na produção.

Leia Também