sexta, 20 de julho de 2018

CHILE

Apenas dois dos mineiros resgatados no Chile continuam hospitalizados

16 OUT 2010Por AGÊNCIA BRASIL17h:15

 Mais 28 mineiros deixaram o hospital de Copiapó, no Norte do Chile, na noite de ontem (16). Na quinta-feira (15) três trabalhadores tiveram alta e agora apenas dois permanecem no hospital para onde os 33 resgatados foram levados após deixarem a Mina San José. Eles ficaram 70 dias presos na mina. As informações são da BBC Brasil.

Segundo a diretora do Departamento de Saúde de Atacama, Paola Newman, os dois mineiros permanecem internados porque um deles está com infecção dentária e o outro, com vertigens. Eles devem ser transferidos para outros hospitais da região.

Os 28 mineiros deixaram o hospital em segredo para evitar o assédio dos jornalistas. De acordo com o ministro da Saúde do Chile, Jaime Mañalich, a saúde mental dos mineiros é uma preocupação crescente das autoridades e médicos.

"Prevemos que cada um dos mineiros vá sofrer, do ponto de vista psicológico. Eles terão que se adaptar a uma nova vida. Estamos preparados para estar com eles por pelo menos seis meses, apoiando-os”, disse Mañalich.

Um dos mineiros teria tido pesadelos durante a noite no hospital e pensou que ainda estava preso na mina. O psicólogo que tratou os mineiros, Alberto Iturra, afirmou que os homens “necessitam de um período de descanso e adaptação”. Iturra disse acreditar que eles conseguirão superar os problemas psicológicos.

Leia Também