Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ELEIÇÕES 2012

Apelidos de candidatos tomam conta da campanha eleitoral na Capital

Apelidos de candidatos tomam conta da campanha eleitoral na Capital
12/07/2012 00:00 - Montezuma Cruz


Adão Cornélio da Silva (PTN) é Adão da Graça. Ademar Vieira Júnior (PSD), o Coringa. Agnaldo Francisco da Silva, o Guina. Astro Rezende (PT do B), o Astro. Alguns são conhecidos e aceitáveis, outros nem tanto, e além do mais, esquisitíssimos. Apelidos, até de bichos, tomam conta da campanha eleitoral de 2012 em Campo Grande.

José Orcírio dos Santos (PT) manterá o Zeca do PT. José Lourenço de OIiveira, do mesmo partido, será Zé Brasil.

Dos 506 inscritos para concorrer às 29 vagas na Câmara Municipal de Campo Grande, a maioria decidiu inscrever-se no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) da maneira como é conhecida popularmente.

Carlos Alberto Gomes da Silva deve virar Carlos Potência. Roberto Ribeiro de Oliveira (PT do B), Papai Noel. Romário de Souza Brandão (PCdoB), Romário do Espetinho. Uns agregam profissões, outros acrescentam siglas de órgãos públicos ou instituições. Todos aguardam julgamento. 

Leia mais no jornal Correio do Estado

Felpuda


Ao que tudo indica, partido teria criado “racha” apenas visando jogar para a plateia, e, assim, quem estava com a corda toda anunciou que se prepara para o desembarque. Nos bastidores o que se ouve é que o tal fundo partidário seria o motivo da desavença e que quem nunca comeu mel quando come se lambuza. Só que não. A estratégia é continuar “dono” da atual legenda e “tomar a frente” de partido que está em fase embrionária. Tudo inspirado na “velha política”.