Domingo, 18 de Fevereiro de 2018

Aos prantos, Jaqueline diz que é difícil explicar derrota

14 NOV 2010Por TERRA16h:15

Mais emocionada entre as brasileiras após a partida contra a Rússia, Jaqueline saiu de quadra carregada pelo chefe de delegação Leonardo Moraes, dando berros de sofrimento. Ao voltar para premiação, a ponteira parecia em transe. No pódio, olhava para um ponto fixo no ginásio para conter as lágrimas.

Depois de ver a bandeira russa sendo hasteada no tipo do Yoyogi National Stadium, a jogadora se dirigiu à área onde fica a imprensa. Com a medalha de prata no peito, a jogadora desabou novamente ao agradecer o apoio da torcida e dos jornalistas durante o torneio.

ou "Eu queria agradecer ao apoio de todos vocês. Infelizmente é o segundo Mundial que a gente deixa escapar. Eu acho que hoje foi uma coisa muito infeliz, ganhamos delas na Olimpíada. Não sei nem explicar qual foi o motivo, jogamos desde o começo muito bem. Estamos de parabéns".

Questionada se a Seleção perdeu o título quando caiu de rendimento de forma assombrosa no quarto set, Jaqueline negou" Perdemos o título, porque perdemos. É difícil falar o porquê, mas a gente lutou até o final".

A ponteira foi perguntada se a derrota foi ainda mais dolorosa que a de quatro anos atrás, para as mesmas russas, a atacante não conseguiu ver diferença no sofrimento. "Eu acho que não (não doeu mais). Foi a mesma coisa. Deixamos escapar em alguns momentos. Não tenho o que falar", finalizou a atleta.

Leia Também