Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

URBANISMO

Aos 25 anos, Planurb exige apoio para projetar o futuro

19 AGO 12 - 00h:01MONTEZUMA CRUZ

A cidade favelada, estrangulada por 180 loteamentos, e num ritmo de crescimento de 8% anuais suplicava providências. Elas vieram, pelas mãos do então prefeito Juvêncio César da Fonseca, que administrou-a por duas vezes (1986/88 e 1993/97).

Outras capitais criavam seus institutos, logo chegou a vez de Campo Grande. “O Planurb faz parte da cultura municipal, se ele for esquecido, o prejuízo será grande, e de vez em quando o esquecem”, ele adverte. Bem a propósito, candidatos a prefeito anunciam o “fortalecimento” do instituto.

Aos 25 anos, o Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Planurb), nascido na condição de Unidade de Planejamento Urbano de Campo Grande dá estrutura para a centenária cidade ultrapassar barreiras e alcançar 900 mil habitantes, o que está previsto para os próximos 15 anos.

“A cidade é a nossa razão de ser e não podemos construí-la sem que o povo goste dela”, alerta Juvêncio da Fonseca, 77 anos, ex-prefeito e senador da República, considerado por muita gente “o pai do Planurb”. Lembra o fato desse desenvolvimento ocorrer em pleno Centro-Oeste Brasileiro, distante dos grandes centros populacionais. 

LEIA MATÉRIA COMPLETA CLICANDO AQUI

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

78 SETORES

Autorização para trabalho aos domingos e feriados será permanente

MERCADO FINANCEIRO

Dólar recua 1% e tem maior queda do mês com declarações de Trump e Draghi

Nove são presos por suspeita de envolvimento com furto de cocaína em delegacia
INVESTIGAÇÃO EM SIGILO

Nove são presos por envolvimento com furto de cocaína em delegacia

Acusada de negligência, prefeitura renova licença do Alphaville 3
DEZ ANOS

Acusada de omissão, prefeitura renova licença do Alphaville

Mais Lidas