Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

Anvisa tira do mercado em definitivo próteses de silicone fraudadas

18 JUN 12 - 22h:00TERRA

O Serviço Nacional de Saúde britânico (NHS) publicou, nesta segunda-feira, um relatório sobre as próteses de silicone Poly Implant Prothèse (PIP). De acordo com o documento, as próteses não apresentam risco à saúde, não sendo toxicas ou cancerígenas.

No entanto, as próteses da marca tem uma taxa de ruptura aproximadamente duas vezes maior, chegando a uma taxa de 30% dos casos após dez anos. Baseado nesses dados, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) declarou que estes produtos estão definitivamente fora do mercado.

As próteses da marca francesa PIP e também da holandesa Rofil tiveram os seus registros cancelados em janeiro deste ano, após declaração do próprio fabricante dos produtos de que as próteses foram fraudadas com a utilização de produto não autorizado, mais barato.

O relatório britânico complementa que, apesar de não apresentar maiores riscos à saúde, a resistência dos implantes fabricados pela marca francesa está abaixo do padrão. E o rompimento causa sequelas locais como inflamações nas glândulas linfáticas.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Município de MS tem estado de emergência decretado devido as fortes chuvas
QUEDA DE PONTE

Município de MS tem estado de emergência decretado devido as fortes chuvas

Tarifa de ônibus sobe hoje; linhas e horários passarão por revisão
TRANSPORTE COLETIVO

Tarifa de ônibus sobe hoje; linhas e horários passarão por revisão

Sucesso do “BBB” é uma exceção na história dos formatos
CANAL 1 - FLÁVIO RICCO

Sucesso do “BBB” é uma exceção na história dos formatos

Sobe para cinco o número <br> de presos recapturados
FUGA EM MASSA

Sobe para cinco o número
de presos recapturados

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião