Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

FABRICANTES NACIONAIS

Anvisa retira do mercado 20 lotes de suplementos com 'whey protein'

Anvisa retira do mercado 20 lotes de suplementos com 'whey protein'
27/02/2014 14:14 - Folhapress


A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) vai retirar do mercado 20 lotes de suplementos para atletas com a "whey protein" de 14 fabricantes nacionais.

Em todos os casos, por haver diferença significativa entre a quantidade de carboidratos ou proteínas informada no rótulo e o teor de fato presente no produto. Um dos produtos chega a ter 1.003% mais carboidratos do que informado no rótulo e apenas 40,7% do total de proteínas informado.

Os 20 lotes dos produtos e suas respectivas marcas serão publicados no "Diário Oficial" da União de amanhã.

Segundo a Anvisa, os produtos proibidos não apresentam risco à saúde dos consumidores, mas as distorções na rotulagem caracterizam "fraude contra o consumidor e prática desleal de comércio".

A suspensão recai apenas sobre os 20 lotes analisados por laboratórios públicos a pedido da Anvisa. Segundo a agência, porém, serve de alerta para os demais lotes das marcas apontadas, pois ainda não está descartado que as irregularidades se estendam aos demais lotes. Para avaliar a totalidade dos produtos, as vigilâncias sanitárias locais farão inspeções nas empresas.

Essa avaliação da Anvisa sobre suplementos com "whey protein" teve origem nas denúncias feitas pelo empresário Felix Bonfim, do ramo de suplementação para atletas. Bonfim postou, no segundo semestre de 2013, uma série de vídeos no YouTube, em que apresentava análises laboratoriais que indicavam irregularidades nos teores de proteínas e carboidratos.

Os produtos analisados também apresentaram ingredientes que não estavam listados nos rótulos, como soja, amido, milho e mandioca. 

Felpuda


Tudo indica que o MDB não conseguiu convencer o PSDB de iniciar namoro com vistas a casamento nas eleições, e a ideia teria sido descartada. Os tucanos demonstraram que o problema deles não é o cargo: os emedebistas ofereceram a vaga de vice na disputa à Prefeitura de Campo Grande, a mesma cobiçada pelos tucanos, mas na chapa do PSD do atual prefeito. A questão, politicamente falando, seria, digamos, o oferecido “noivo”. Afe!