Sexta, 22 de Junho de 2018

Anvisa multa empresa que adulterava agrotóxicos

15 MAR 2010Por 07h:06
     

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) multou em R$ 2,375 milhões a empresa Milenia Agrociências, filial do grupo israelense Makhteshim Agan. A sanção, aplicada na última quinta-feira (10), é resultado de uma fiscalização feita no ano passado, que encontrou 2,5 milhões de litros de agrotóxicos adulterados nas fábricas da empresa em Londrina (PR) e Taquari (RS).

De acordo com a ANVISA, durante o processo administrativo a empresa admitiu que os produtos sofreram alterações não autorizadas em suas fórmulas. O caso mais grave foi o do agrotóxico Podos, utilizado na cultura de fumo, que era comercializado com fórmula mais tóxica do que a permitida. Somente por essa infração a empresa recebeu a multa máxima de R$ 1,5 milhão e o registro do produto será cancelado, sendo proibida sua comercialização no país.

Nesta semana, a ANVISA já tinha divulgado a interdição de 800 mil litros de agrotóxicos na fábrica da empresa alemã Basf, em Guaratinguetá, no interior de São Paulo. Segundo a ANVISA, a interdição ocorreu porque foram encontradas várias irregularidades durante a fiscalização, como o uso de substâncias com prazo de validade vencido ou sem a data de fabricação e validade.

Com a interdição, a empresa terá cinco dias úteis para apresentar a contraprova. Caso sejam confirmadas as irregularidades, será aplicada multa, da mesma forma como com a empresa israelense. Se as irregularidades forem classificadas como crime, além dos procedimentos administrativos, os dados serão encaminhados à Polícia Federal e ao Ministério Público, informou a ANVISA.

As informações são da Agência Brasil

Leia Também