Terça, 23 de Janeiro de 2018

Anvisa aponta risco de antibiótico em frangos

13 ABR 2009Por 09h:30
     

        

 

O uso indiscriminado de antibióticos na produção de frangos preocupa as autoridades sanitárias no Brasil e no mundo por causa da possibilidade de a prática gerar bactérias resistentes a tratamentos - prejudicando também a saúde humana. Um estudo preliminar da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), publicado no início de 2008, encontrou, ainda que em uma minoria de casos, salmonelas (bactérias envolvidas em doenças de transmissão alimentar) resistentes a drogas humanas e veterinárias.

 

Ressalvadas a baixa incidência do problema e a inexistência de prova científica da relação do uso dos remédios em frangos com o aparecimento de bactérias resistentes em humanos, a própria agência considerou que os resultados são preocupantes, por representar risco à saúde pública, e recentemente resolveu ampliar o monitoramento da produção. ?Não sabemos até que ponto a resistência dessas bactérias é natural ou adquirida?, afirma Lucas Dantas, gerente de Ciência e Tecnologia de Alimentos da Anvisa.

 

Com informações do jornal O Estado de S. Paulo

Leia Também