ELEIÇÕES 2010

Antonio João coordenará campanha do senador

Antonio João coordenará campanha do senador
02/07/2010 06:30 -


O suplente de senador Antonio João Hugo Rodrigues (PTB) elogiou ontem a escolha de Pedro Chaves (PSC) para a suplência de Delcídio do Amaral (PT) e confirmou assumir a coordenação da campanha do senador rumo à reeleição. “Foi uma escolha muito feliz”, opinou. Por outro lado, ele também prevê uma “experiência dolorosa” na vida de Chaves. “Ele vai ser vítima de muita movimentação política para tirá-lo da disputa, até porque ele é muito bom”, explicou.

“Dessa forma, começará a descobrir os meandros ruins da política e ver como, por nada, tentam derrubar e crucificar pessoas que são de bem”, completou.
Inclusive, segundo Antonio João, as movimentações para acabar com a “dobradinha” de Delcídio e Chaves já começaram. “Os adversários dizem que ele não pode (ser suplente) porque é inelegível, pois é da Santa Casa”, citou. A vedação seria por conta da atuação de Chaves como presidente da junta interventora da Santa Casa. “Não existe impedimento legal porque a Santa Casa é uma entidade filantrópica privada”, disse Chaves.

De acordo com o senador, Antonio João continuará ao seu lado como coordenador-geral de sua campanha. “O Delcídio me fez um apelo muito forte e, como não sei dizer não, aceitei”, contou o suplente, que, a princípio, planejava ficar fora da campanha eleitoral.

Indagado se lamentou perder a suplência, Antonio João não mostrou desânimo e afastou mágoa por causa da decisão de o PTB ficar com o PMDB. “Daqui a quatro anos, se Deus e o eleitor quiserem, vou estar sentado na Prefeitura de Campo Grande”, disse. “E não tenho mágoa do PTB, mas me preocupo em saber de onde vem o tal do ‘milão, milão’. As pessoas precisam se preocupar em saber o que é esse ‘milão, milão’ e sua origem, pois se trata de uma coisa intrigante”, finalizou. O comentário é em referência à afirmação do governador André Puccinelli, que, em reunião com o PTB, ofereceu “milão, milão, milão” aos candidatos do partido. (LK)
smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".