Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Antônio João anuncia plano de disputar a prefeitura

15 ABR 10 - 03h:29
Lidiane Kober

O suplente de senador Antônio João Hugo Rodrigues (PTB) anunciou ontem o plano de disputar a Prefeitura de Campo Grande nas eleições de 2012. “Se há alguma coisa que quero na política é ser prefeito da Capital”, declarou. “E já estou trabalhando para isso”, completou. Lideranças partidárias do Estado afirmaram ver com “bons olhos” o projeto.

Segundo Antônio João, é antigo o sonho de concorrer a prefeito de Campo Grande. “Adiei uma vez o projeto, mas agora, nada me fará desistir”, afirmou. Nas eleições de 2004, ele saiu da disputa para abrir caminho para o deputado federal Antônio Cruz (PP).

Do PTB, o suplente de senador já ganhou apoio para participar da eleição. “O Ivan Louzada (presidente regional do partido) disse que tenho legenda para concorrer a prefeito”, contou. Porém, ele não descartou trocar de sigla para disputar o pleito. “Ao ficar sabendo do meu projeto, muita gente me convidou para ingressar em seus respectivos partidos”, revelou, sem dar mais detalhes. “Mas não tenho pressa para decidir isso. Agora, minha prioridade é entender, cada vez mais, de Campo Grande”, frisou.

Para viabilizar apoio político, Antônio João vem conversando com lideranças do Estado e garantiu não temer possíveis adversários. “Em disputa para prefeito da Capital, o Juvêncio (da Fonseca) começou com 2% contra 60% do Levy (Dias) e acabou virando o jogo. O mesmo aconteceu com o André (Puccinelli), que iniciou a campanha com apenas 3%”, enfatizou.

Empolgado com o projeto, Antônio João garantiu empenho em trabalhar por Campo Grande. “Tive dois grandes amores: meu pai e minha mãe, que esta terra abrigou. Eles construíram uma família aqui e meu coração é campo-grandense”, declarou. “Tenho ligação com esta terra e não sou italiano nem paraguaio”, brincou, referindo-se ao governador André Puccinelli (PMDB) e ao ex-governador José Orcírio dos Santos (PT). 

Diante do anúncio de Antônio João de concorrer à prefeitura da Capital, lideranças políticas adiantaram apoio ao projeto do suplente de senador. É o caso do vice-governador Murilo Zauith (DEM). “Fui companheiro uma vez e serei pela segunda vez, com o maior prazer”, disse. Em 2004, Murilo defendeu a candidatura de Antônio João a prefeito de Campo Grande.

Outro que considera a possibilidade de apoiar o suplente de senador é o atual prefeito Nelsinho Trad (PMDB). “Vejo com bons olhos a candidatura do Antônio João. Ele é uma pessoa preocupada com a cidade e tem experiência administrativa de sucesso na vida privada”, comentou. “Mas acho prematuro declarar, agora, apoio a ele, porque é cedo para falar sobre o quadro político-partidário das eleições de 2012”, ponderou.

Eleições 2010
Ao ser indagado se vai concorrer a um cargo nas próximas eleições, Antônio João salientou que topa apenas continuar como suplente do senador Delcídio do Amaral (PT), mas descartou preocupação em perder o cargo se o PTB confirmar aliança com o PMDB. “De qualquer forma, vou apoiar o Delcídio”, esclareceu.
Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Delegacia passa a atender em novo endereço a partir desta quarta-feira
FIQUE ATENTO!

Delegacia assa a atender em novo endereço a partir desta quarta-feira

CCJ da Câmara adia votação da PEC da segunda instância
BRASÍLIA

CCJ da Câmara adia votação da PEC da segunda instância

Porto Murtinho entra em situação de emergência por conta de erosão em barragem
DECRETO

Porto Murtinho entra em emergência por conta de barragem

Estados discutem mudanças em regras para cobrança do ICMS
TRIBUTO

Estados discutem mudanças em regras para cobrança do ICMS

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião