Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

'fim de uma era'

Ano começa com críticas ao Brasil no exterior

12 JAN 14 - 00h:00Terra

O Brasil voltou a aparecer – negativamente – na mídia neste começo de ano devido aos rumos da economia. A política da presidente Dilma Rousseff e do ministro da Fazenda Guido Mantega foi mais uma vez criticada. Segundo o jornal britânico Financial Times, o País chegou ao fim de uma era e a economia nacional opera abaixo do seu potencial.

Após dados divulgados na terça-feira terem mostrado que as vendas de carros caíram em 2013 pela primeira vez em uma década no Brasil e um relatório do Banco Central (BC) ter confirmado que o País também registrou a maior saída de dólares em dez anos, o blog BeyondBrics, do jornal Financial Times, afirmou o País chegou ao fim de uma era.

As saídas líquidas de dólar chegaram a US$ 12,26 bilhões no ano passado - a maior saída desde 2002, quando a eleição do presidente Luiz Inácio Lula da Silva levou os investidores a fugir do País, conforme a publicação. Os dados também são os primeiros que mostram a profundidade da crise financeira depois de 2008. Em 2012, entraram US$ 16,75 bilhões no Brasil enquanto em 2011 foram cerca de US$ 65 bilhões.

Um artigo publicado pelo professor da universidade de Columbia Marcos Troyjo no site do mesmo jornal britãnico afirmou que a economia brasileira opera abaixo de seu potencial e está na hora de um novo comprometimento do governo com metas de inflação e responsabilidade fiscal, como foi feito no governo Lula, e em 2014 é preciso seguir a meta de acabar com as ineficiências do Estado brasileiro.

O BeyondBrics em outra reportagem divulgada em janeiro afirmou que os protestos que atingiram o País no meio do ano, os maiores em 20 anos, colocaram em risco as chances de reeleição da presidente. Conforme a publicação, a presidente deve ter dado um suspiro de alívio quando o relógio bateu meia-noite na véspera do Ano Novo já que o ano de 2013 foi “um ano para esquecer“.

O blog disse ainda que o colapso do empresário mais famoso do País, Eike Batista, que perdeu bilhões antes de pedir recuperação judicial e deu o maior calote da América Latina, também não ajudou no ano de Dilma. Para piorar, o mercado de ações do Brasil registrou a pior perda anual entre os 20 maiores índices de ações do mundo. Mas enquanto 2013 pode ter acabado, as más notícias devem continuar também em 2014.

A agência de classificação de risco Moody’s também mostrou que as perspectivas para 2014 não são as melhores e que o crescimento deve ser mais lento. A agência informou que o rating soberano em "Baa2" com perspectiva estável incorpora crescimento mais fraco da economia. A agência espera que a expansão do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro fique em torno de 2% neste ano, mesmo patamar desde 2011, embora veja o crescimento potencial do país seja de 3%.

Até o criador da sigla Bric (grupo de emergentes que reunia Brasil, Rússia, Índia e China), o economista, Jim O'Neill, já aposta em novos países em 2014, de acordo com informações da BBC Brasil. Após a recente desaceleração do grupo, O'Neill teria identificado outros quatro países - México, Indonésia, Nigéria e Turquia - que, segundo ele, também podem se tornar gigantes econômicos nas próximas décadas.

Conforme a agência de notícias Bloomberg, as más notícias fizeram com que os bancos de investimento passassem a dvertir seus clientes a reduzirem seus recursos aplicados em economias de países emergentes, incluindo o Brasil. O Goldman Sachs recomendou que os investimentos em países em desenvolvimento sejam cortados em um terço alegando que as ações, títulos de dívida e câmbio desses mercados terão uma performance abaixo da média pelos próximos dez anos.  

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Deputada do PSL cria campanha para Bolsonaro não ir à ONU
POLÍTICA

Deputada do PSL cria campanha para Bolsonaro não ir à ONU

Produto vencido poderá <br>ser trocado por outro grátis
DIREITO DO CONSUMIDOR

Produto vencido poderá
ser trocado por outro grátis

Justiça de SP aceita denúncia contra seguranças por tortura de jovem
BRUTAL

Justiça de SP aceita denúncia contra seguranças por tortura de jovem

Campo Grande recebe evento sobre investimento de imigração nos EUA
INFORME PUBLICITÁRIO

Campo Grande recebe evento sobre investimento de imigração nos EUA

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião