Segunda, 18 de Junho de 2018

André sinaliza apoio aos tucanos ao filiar fiíes aliados do PSDB

5 OUT 2009Por 22h:45
     

        Adilson Trindade

         

Ao recomendar a filiação dos seus fiéis aliados ao PSDB e PPS, o governador André Puccinelli (PMDB) deixou claro que não vai dar palanque a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, em Mato Grosso do Sul na campanha presidencial, em 2010. Ele deverá ficar com o candidato tucano na disputa pela sucessão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, seja ele o governador de São Paulo, José Serra, ou o governador de Minas Gerais, Aécio Neves.

Os deputados estaduais Ary Rigo e Onevan de Matos, que deixaram o PDT justamente porque o partido está alinhado ao PT, não assinariam ficha de filiação no PSDB, se já não estivesse previamente acertada aliança com o PMDB na sucessão estadual. Também o governador não orientaria o deputado estadual Diogo Tita trocar o PMDB pelo PPS para concorrer a reeleição. O PPS é um dos grandes aliados dos tucanos em nível nacional e faz parte do bloco partidário com os tucanos e democratas.

Leia Também