Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

André recebe pressão para trocar Moka por Simone

5 JUN 10 - 20h:41

adilson trindade E lidiane kober

 

A tensão ficou elevada no Parque dos Poderes com a pressão de aliados sobre o governador André Puccinelli (PMDB) para trocar a candidatura do deputado federal Waldemir Moka (PMDB) pela da ex-prefeita de Três Lagoas Simone Tebet (PMDB) para a disputa ao Senado. André foi aconselhado a manter Murilo Zauith (DEM) na vice para acomodação de uma liderança política de expressão da Região da Grande Dourados.

A preocupação dos aliados é de o fracasso eleitoral de Moka repercutir no desempenho de André na sucessão estadual. O governador já considera estar sendo prejudicado pelo comando nacional do PMDB, que cobra apoio à pré-candidatura de Dilma Rousseff (PT) à Presidência da República. Ele aponta a pré-candidatura do ex-governador José Orcírio dos Santos (PT) como maior obstáculo para se aliar a Dilma. O que André procura evitar é "levar chumbo" nas eleições se se juntar aos adversários políticos no Estado.

Mas na avaliação dos aliados de André, se é "erro político" — como acham que é — fazer aliança com Dilma, também consideram equívoco insistir na pré-candidatura de Moka. A melhor opção seria apostar na liderança emergente da política estadual: Simone Tebet, filha do senador Ramez Tebet (PMDB), morto em 2006.

Mas o governador resiste à proposta, por enquanto, por acreditar que Moka irá ganhar musculatura eleitoral até a convenção. "O tempo é curto demais", comentou um deputado estadual do PMDB, que não quis ser identificado para não criar problemas com o governador e com Moka. O PMDB deve fazer convenção no próximo dia 26.

Até um importante assessor do governador defende a imediata troca de Moka por Simone. Ele chegou a discutir a questão com André. Mas não conseguiu demovê-lo da ideia de insistir na pré-candidatura do deputado para o Senado.

A conversa dos dois, segundo uma testemunha, foi ríspida porque está em jogo a reeleição do governador. Ontem, André marcou posição de continuar com Moka na disputa para o Senado. Mas deixou em aberto a possibilidade de trocá-lo.

 

Incomodando rivais

O deputado federal Waldemir Moka atribuiu a boatos a sua desistência de concorrer ao Senado. E acusou a imprensa de estar alimentando um fato sem menor procedência.

Para Moka, a sua pré-candidatura não tem recuo. "Você acha que alguém que disputou uma prévia, que num universo de 15 mil filiados teve praticamente 10,5 mil votos, vai desistir?", questionou o deputado.

Ele acredita estar incomodando algum candidato para ser alvo de comentários de sua desistência. "A única forma de tentar evitar meu crescimento, que veio da base e é muito forte, é começar uma conversa de que vou desistir", declarou Moka, demonstrando acreditar na chance de sair vitorioso das urnas.

"Como posso desistir se nem comecei a campanha e já estou empatado em segundo lugar?", indagou o deputado, que acompanhou o governador no evento da caravana "Mais Alimentos", no Parque de Exposições Laucídio Coelho. "Quem desiste numa situação como esta? Tenho apoio dentro do PMDB, do PSDB, do DEM e do PPS. Quem tem essa base de apoio político que tenho?", questionou o parlamentar, assegurando ter força política na disputa para o Senado. (Colaborou Maria Matheus)

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Câmeras de reconhecimento facial começam a ser instaladas nesta semana na 14 de Julho
SEGURANÇA

Câmeras de reconhecimento facial começam a ser instaladas nesta semana na 14

Tereza Cristina firma acordo técnico na Alemanha, passa por Itália e segue para a Índia
INTERNACIONAL

Tereza Cristina firma acordo técnico na Alemanha, passa por Itália e segue para a Índia

Município estuda agilizar emissão de notas para campanha de prêmios
SERVIÇOS

Município estuda agilizar emissão de notas para campanha de prêmios

Bolsonaro escala General Mourão para combater desmatamento na Amazônia
SELVA

Bolsonaro escala General Mourão para combater desmatamento na Amazônia

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião