Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

André não foi às ruas e petista andou na Capital

André não foi às ruas e petista andou na Capital
21/07/2010 20:49 -


O governador André Puccinelli (PMDB), candidato à reeleição, não foi para a rua na terça-feira (20) e passou o dia em despachos internos na governadoria. Já o principal adversário, José Orcírio dos Santos (PT), foi a Federação Estadual dos Trabalhadores em Educação (Fetems) e fez corpo-a-corpo com eleitores. Nei Braga (PSOL) também foi à rua ontem.
Acompanhado por apoiadores, Braga conversou com trabalhadores do Núcleo Industrial e fez campanha na região do Industrial. À noite, o candidato do PSOL participou de um encontro com eleitores no bairro Rita Vieira, em Campo Grande.
O candidato petista participou de um debate com professores, na sede da Fetems, e confirmou participação em debate marcado para o dia 12 de agosto, na entidade. À tarde, antes de participar de uma caminhada no bairro Alves Pereira, na Capital, Orcírio entregou uma “carta de ponderações” ao secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Wantuir Francisco Jacini, em que aponta suspeitas de fraude eleitoral e de grampos em telefones da campanha petista. À noite, o candidato do PT ao governo teve uma reunião de trabalho no comitê central. Hoje, Orcírio vai à Brasília, onde apresentará as denúncias ao superintendente da Polícia Federal, Luiz Fernando Corrêa. (FB)

Felpuda


Considerados “traíras” por terem abandonado o barco diante dos indícios da chegada da borrasca à antiga liderança, alguns pré-candidatos terão de se esforçar para escapar da, digamos assim, vingança, velha conhecida da dita figurinha. Dizem por aí que há promessas nesse sentido, para que os resultados dos “vira-casacas” nas urnas sejam pífios. Sabe aquela velha máxima: “Pisa. Mas, quando eu levantar, corre!” Pois é...