terça, 14 de agosto de 2018

André ironiza promessa de petistas de fiscalizar ações e "endurecer" a oposição

6 FEV 2009Por 22h:00
     

Lívia Ferreira

 

O governador André Puccinelli (PMDB) reagiu com provocações e ironias à promessa da bancada estadual do PT de fiscalizar as ações e "endurecer" a oposição na Assembléia Legislativa. "Eles (deputados) precisam tomar muito Viagra para encontrar o que endurecer", disse, diante da informação dos jornalistas de que os petistas vão passar a cobrar promessas de campanha não cumpridas.

 

Após tecer elogios ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o governador disse que o PT de Mato Grosso do Sul comete uma "infâmia" ao acusar o Governo do Estado de só fazer obras com dinheiro do Governo federal. Ele prometeu divulgar balanço na imprensa mostrando quanto o Governo federal investe em Mato Grosso do Sul, qual a contrapartida do Governo do Estado e quais são as obras feitas com recursos exclusivamente estaduais.

 

Durante a entrevista, André fez reiterados elogios ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva. "Não posso me queixar do Governo federal. O presidente Lula tem sido extremamente gentil."

 

Porém, quanto às afirmações de deputados petistas de que Lula é o governador de Mato Grosso do Sul, rebateu dizendo que governador "chama-se André Puccinelli, que tem um bom apoio do Governo federal. Talvez eu consiga mais apoio do que o outro (o ex-governador petista José Orcírio dos Santos) por ser mais competente que o anterior".

Leia Também