Campo Grande - MS, quinta, 16 de agosto de 2018

VAGA NO TCE/MS

André garante que não vai interferir na escolha

5 JUN 2011Por da redação00h:01

O governador André Puccinelli disse em entrevista na sexta-feira que não irá interferir na escolha do novo conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE) e que dará o aval aos deputados estaduais para definirem a escolha. Estão na disputa até o momento o deputado Antônio Carlos Arroyo ((PR) que já registrou candidatura e a senadora Marisa Serrano (PSDB), cotada para o cargo, que tem ainda até 9 de junho para se decidir.

A vaga no TCE foi aberta após o falecimento da deputada estadual Celina Jallad. A escolha do indicado é prerrogativa da Assembleia Legislativa, mas a palavra final deve ser dada pelo governador.

Puccinelli esclareceu que havia pedido apenas um tempo nas discussões até que se votassem os projetos de reajuste dos servidores do Executivo e o Judiciário. A intenção era evitar críticas de que a escolha do conselheiro pudesse atrasar a votação do aumento.

O governador reiterou que não pediu apoio para que Marisa Serrano fosse a escolhida e nem fez articulações para que a posse do suplente, Antônio Russo Neto. O governador disse que o trâmite no Planalto não se altera “com ou sem Marisa, com ou sem Antônio”. Um exemplo, segundo ele, é a liberação de recursos para projeto da Orla Morena, garantido após audiência no governo federal.

(com informações do G1)

Leia Também