Sábado, 20 de Janeiro de 2018

André espera intervenção divina para firmar aliança com PT

3 JUL 2009Por 23h:33
     

        Lidiane Kober

         

Depois do senador Delcídio do Amaral reconciliar-se com o ex-governador José Orcírio dos Santos para enfrentar o PMDB na sucessão estadual, o governador André Puccinelli (PMDB) espera "intervenção divina" para firmar aliança com o PT nas eleições de 2010. Apesar de se queixar das críticas desferidas pelo rivais a sua administração, ele ainda acredita em uma reviravolta: "quem sabe a santa lá do céu faz esse milagre (unir PT e PMDB)". Entretanto, horas depois, na presença do governador de São Paulo José Serra (PMDB), cujo nome é cogitado para entrar na disputa pela sucessão presidencial, Puccinelli indicou que está perdendo a paciência com os petistas e até duvidou do interesse da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff (PT), de buscar seu apoio no pleito de 2010.

A posição dúbia de Puccinelli provocou insegurança até nos atuais aliados. Inicialmente, ele voltou a ressaltar que tem muito em comum com os tucanos. "Sem sombra de dúvidas, as afinidades afluem naturalmente e nós (PMDB e PSDB) temos afinidades", destacou.

Leia Também