Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

André e José Orcírio fazem corpo-a-corpo em Maracaju

3 MAI 10 - 08h:00
Fernanda Brigatti

Os dois principais pré-candidatos e rivais históricos, o governador André Puccinelli (PMDB) e o ex-governador José Orcírio dos Santos, dividiram a atenção das pessoas que visitaram na 16ª Festa da Linguiça. Os dois ficaram a cerca de 30 metros de distância um do outro fazendo corpo-a-corpo com os eleitores, mas não se olharam nem se cumprimentaram.
O primeiro a chegar foi o ex-governador José Orcírio dos Santos (PT), por volta das 11 horas. Acompanhado pela ex-primeira-dama Gilda Maria dos Santos e pelo deputado federal Vander Loubet (PT), Orcírio passou por todas as barracas montadas no Parque de Exposições. Ele foi ciceroneado pelo vice-prefeito de Maracaju, Alberto da Cruz.
Orcírio e André percorreram toda a rua principal do Parque de Exposições. A liturgia dos dois foi parecida. Abordaram visitantes em barracas, conversaram com expositores e comerciantes,  deixaram-se fotografar com crianças e entusiastas e, claro, comeram a tradicional linguiça de Maracaju, que dá nome à festa. O ex-governador escolheu o restaurante do Centro de Tradições Gaúchas (CTG) para almoçar. O governador, ao chegar ao estande vizinho, passou cerca de 20 minutos conversando com potenciais eleitores. Só se aproximou do CTG quando teve a confirmação: o adversário foi embora. A saída de Orcírio foi elegante. Com a aproximação do governador, encerrou a conta e deixou o restaurante. Ao chegar à festa, o ex-governador disse, no entanto, que a participação no evento não tinha conotação política. “Vou almoçar com os companheiros, é uma festa da cidade, sem qualquer conotação política”, disse.

Acertos
Um dos encontros mais demorados na festa resultou na declaração de apoio, pelo prefeito Celso Vargas (PTB), à reeleição de Puccinelli. Os dois conversaram a portas fechadas em um gabinete montado no Parque de Exposições, junto do presidente regional do PTB, Ivan Louzada. E apesar do clima de pré-campanha, Puccinelli mais uma vez não quis falar sobre o candidato que apoiará na disputa à presidência e afirmou que não falará de política com o presidente Lula hoje em Ponta Porã. “Se ele começar a falar comigo, claro que eu vou, mas não é lugar“, disse.
A comitiva do governador era formada também pela senadora Marisa Serrano (PSDB), os deputados estaduais Reinaldo Azambuja (PSDB), Dione Hashioka (PSDB), Ary Rigo (PSDB) e Rinaldo Modesto (PSDB), o deputado federal Waldemir Moka (PMDB) e Márcio Monteiro (PSDB). Circularam pela festa os deputados estaduais Paulo Duarte (PT), Pedro Kemp (PT) e Paulo Correa (PR), e o deputado federal Dagoberto Nogueira (PDT).
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Motoqueiro avança preferencial e morre ao bater na lateral de ônibus
JARDIM LEBLON

Motoqueiro morre ao
bater na lateral de ônibus

SUMIU

Mulher desaparece ao visitar amigo no bairro Nova Lima

Vítima estava em um veículo Palio e não retornou para casa desde a noite de ontem
Mega-Sena acumula e vai pagar <br>R$ 31 milhões no próximo sorteio
NÃO FOI DESSA VEZ!

Acumulada, Mega-Sena vai pagar R$ 31 milhões na quarta

Dono de centro automotivo é executado com sete tiros na fronteira
AÇÃO DE PISTOLEIROS

Dono de centro automotivo
é executado com sete tiros

Mais Lidas