Domingo, 25 de Fevereiro de 2018

POSSE DE GOVERNADOR

André disse que não há mais tempo para chorar

1 JAN 2011Por ADILSON TRINDADE11h:42

No seu discurso de posse na Assembleia Legislativa, o governador André Puccinelli (PMDB) declarou que não há mais tempo para chorar pelos problemas assumidos há quatro anos e o momento é de enfrentar os desafios para Mato Grosso do Sul continuar se desenvolvendo depois da recuperação de sua economia.

Ele lembrou, na posse, de sua declaração, há quatro anos, que iria governar inspirados na frase de madre Tereza de Calcutá, que disse: “coração nas mãos, irmãos”. Na prática, explicou o governador, esta “afirmação significava o fim do tempo de chorar diante dos problemas e o começo da construção das soluções, através da difícil e árdua arte do trabalho”.

André disse ter assumido “um Estado com uma administração cabisbaixa, encolhido pelo peso de um déficit mensal crônico em suas contas e, por isso mesmo, incapaz de planejar o dia seguinte”.

Segundo o governador, “Mato Grosso do Sul vivia uma perversa realidade: não tinha projetos, muito menos expectativa de futuro. Há que se lembrar que no PAC, no dia primeiro de janeiro de 2007, não tínhamos um projeto”.

Leia Também