DESVIO DE DINHEIRO

André defende quebra de sigilo da Assembleia, MPE e OAB em MS

André defende quebra de sigilo da Assembleia, MPE e OAB em MS
28/04/2011 00:00 - Fernanda Brigatti


O governador André Puccinelli (PMDB) defendeu ontem a quebra de sigilo bancário do Ministério Público Estadual, do Poder Judiciário, do Tribunal de Contas, da Assembleia Legislativa, da Defensoria Pública, do Executivo e até da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) para apurar a suspeita de desvio de dinheiro. Para ele, hoje existe “muito alarde, muita coisa” sobre as investigações no Poder Legislativo. “Ou abre de todo o mundo ou não abre de ninguém”, afirmou André. “Ou todo o mundo se desnuda ou ninguém se desnuda”, ressaltou.
Ele disse que nunca teve ressalvas em abrir o sigilo bancário de suas contas particulares e ainda desafiou os integrantes da seccional Mato Grosso do Sul da OAB a abrirem as suas contas bancárias de pessoa física. “Eu tenho desde 1997 tudo aberto”, afirmou o governador.

 

Leia mais no jornal Correio do Estado

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".