Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

EMOCIONADA

Ana Maria expõe drama familiar de entrevistada e pede desculpas

Ana Maria expõe drama familiar de entrevistada e pede desculpas
19/03/2014 14:30 - FAMOSIDADES


Ana Maria Braga cometeu um deslize no "Mais Você" desta quarta-feira (19) e se sentiu na obrigação de pedir desculpas à entrevistada. A apresentadora expôs o caso de uma mãe que perdeu um filho de 2 anos, por conta de um câncer, sem saber que a tal personagem da história era a moça que estava no palco durante o programa. Tudo começou quando a loira convidou os médicos Sergio Cavalheiro e Antônio Moron para participar da atração, exibindo uma reportagem especial sobre a chamada "Cirurgia a Céu Aberto" - procedimento realizado por eles em bebês ainda no útero de suas mães.

Ao chamar para entrar no palco uma criança operada por eles, Nicole - hoje com 10 anos de idade -, e sua mãe, Danieli, a apresentadora disparou: "Não vou ficar falando aqui, mas vocês operaram uma mulher, ela teve a criança, e depois de dois, três anos, ela perdeu o filho anterior, com câncer". Bem emocionada, a moça interrompeu Ana Maria dizendo que era ela a tal mulher e relatou seu drama familiar. "Eu tinha um filho saudável, com dois anos, e um mês depois de ir atrás [do procedimento para salvar a segunda filha], eu descobri que meu filho tinha câncer. Durante dez meses a gente tratou com quimioterapia, cirurgia, tudo o que podíamos fazer, mas ele não resistiu", contou Danieli, deixando a apresentadora extremamente sem graça.

"Sinto muito, eu realmente não sabia que era você. Foi um dos casos que citaram e não me nomearam. Então, eu peço desculpas. Não teria cometido essa indelicadeza de citar esse caso. Não é meu estilo de trabalho. Então, peço desculpas", disse ela, com os olhos marejados.

Para amenizar o clima pesado, a loira pediu uma salva de palmas para o profissionalismo dos tais médicos e confessou: "Vou fazer um intervalo comercial aqui, senão vou dar vexame". 

Felpuda


Ao que tudo indica, partido teria criado “racha” apenas visando jogar para a plateia, e, assim, quem estava com a corda toda anunciou que se prepara para o desembarque. Nos bastidores o que se ouve é que o tal fundo partidário seria o motivo da desavença e que quem nunca comeu mel quando come se lambuza. Só que não. A estratégia é continuar “dono” da atual legenda e “tomar a frente” de partido que está em fase embrionária. Tudo inspirado na “velha política”.