Quarta, 24 de Janeiro de 2018

Americano ficou preso por não pagar pensão a filho que não era dele

16 JUL 2009Por 18h:30
     

 

 

Um americano da Geórgia, (50), ficou preso mais de um ano devido ao não pagamento da pensão ao filho que não era dele. O detalhe é que Frank Hatley só conseguiu ser solto depois de serem feitos testes de DNA que provaram que ele não era o pai biológico.


        Dois testes, nos últimos nove anos, foram feitos e ambos comprovaram que Hatley não era o pai da criança, hoje tem 21 anos.


        ?O Estado mostrou que fez um julgamento pobre no caso do senhor Hatley?, afirmou a advogada Sarah Geraghty.

        ?Apesar de tudo, eu sinto que a justiça foi a meu favor nesse caso?, afirmou Hatley para o jornal ?The Atlanta Journal-Constitution? logo após ser liberado. ?Eu não poderia continuar sendo punido por uma criança que não é minha?, completou.


        Com informações do G1

Leia Também