Sexta, 19 de Janeiro de 2018

Americana é condenada por matar marido

2 MAI 2009Por 10h:52
     

        Uma americana e o filho dela foram condenados ontem (1) por terem matado o marido dela no Dia dos Namorados no estado de Nova Jersey , nos Estados Unidos, há seis anos. Debra Aquilina, de 51 anos, da cidade de Garfield, pegou prisão perpétua por matar Ralph Ludvik, de 45 anos. O motivo, segundo a polícia: ficar com a casa dele. Os dois haviam casado seis meses antes do crime. O filho de Debra, Mark, de 25 anos, também foi condenado: 44 anos de prisão.  Inicialmente, a causa da morte havia sido apontada como uma overdose acidental de heroína. O caso, porém, acabou sendo reaberto após a polícia obter novas informações.

        Com informações do site G1

         

Leia Também