domingo, 22 de julho de 2018

SÉRIE B

América-MG segura empate com a Ponte Preta e volta à elite

27 NOV 2010Por GAZETA ESPORTIVA18h:13

O América-MG é o quarto promovido à Série A do Campeonato Brasileiro. Na tarde deste sábado, o clube mineiro conseguiu segurar o empate por 0 a 0 com a Ponte Preta, em Campinas, e obteve a última vaga à principal divisão do futebol nacional ao somar 63 pontos.
Campeão da Série C na temporada passada, o time mineiro foi um dos mais regulares de toda a Série B. Apareceu no G-4 pela sexta vez na 22ª rodada do campeonato e não saiu mais. O empate no Estádio Moisés Lucarelli era o que América-MG precisava para se manter na quarta posição, mesmo com a vitória da quinta colocada Portuguesa sobre o Sport.
Já a Ponte Preta termina a competição na 14ª posição da tabela com 48 pontos ganhos. A equipe chegou a brigar por uma vaga no G-4, aparecendo na zona de acesso em seis rodadas, mas caiu de rendimento na parte final do campeonato e terá que disputar a Série B novamente na próxima temporada.
O jogo - Apesar das promessas do técnico Mauro Fernandes que o América-MG jogaria para vencer, a equipe iniciou a partida de forma sonolenta, dando espaços para a Ponte Preta dominar a posse de bola no meio de campo e criar as principais jogadas ofensivas.
A primeira boa oportunidade da Ponte Preta aconteceu aos 18 minutos de jogo. Após cobrança de falta na área, o zagueiro Gabriel tentou cortar de cabeça, mas quase marcou contra, mandando a bola no travessão.
As poucas oportunidades do América-MG foram criadas pelo veterano Fábio Júnior, como aos 26 minutos de partida, quando aproveitou sobra de bola na entrada da área e bateu forte. Bem colocado, Gilson fez a defesa.
O time campineiro chegou bem novamente aos 35 minutos, com Daniel Lovinho. O atacante recebeu passe na direita, deixou para trás dois defensores antes de invadir a área e fazer o disparo rasteiro, para defesa segura do goleiro Flávio.
A segunda etapa começou com dinâmica diferente. O América-MG adotou postura mais ofensiva e chegou com perigo já aos oito minutos de jogo, com Hélton Luiz. O volante interceptou passe e arrematou com perigo. No contragolpe, a Ponte quase abriu o placar, mas Flávio mandou para escanteio o tiro efetuado por Reis dentro da área.
Aos 12 minutos, Gilson salvou a Ponte Preta. Sheslon foi lançado em velocidade, invadiu a área livre de marcação e bateu, mas o goleiro da Ponte Preta apareceu bem para manter o placar inalterado.
Os dois treinadores promoveram mudanças em suas equipes para tentar abrir o placar, mas a forte marcação superou a criatividade do setor ofensivo durante quase toda a partida. Com o fim do confronto se aproximando, o América-MG passou a reter a pose de bola e aguardou o árbitro Marcelo de Lima Henrique encerrar a partida e selar a volta do Coelho à Série A.

Leia Também