Quarta, 20 de Junho de 2018

AMANHÃ NO CORREIO DO ESTADO - MS precisa de investimento bilionário para tirar logística do buraco

8 AGO 2010Por 22h:45
     

O empréstimo de US$ 300 milhões ao governo estadual para pavimentar e reabilitar 800 quilômetros de rodovias, autorizado pelo Senado na última semana, resolve parte do imenso buraco em que está inserida a logística sul-mato-grossense. Mais de 80% da produção local pega a estrada para chegar aos centros consumidores. Dos 16 mil quilômetros de rodovias estaduais, apenas 4 mil são pavimentadas e, deste um quarto, segundo fontes ligadas ao governo, 70% estão em péssimas condições.

Para pavimentar os 12 mil quilômetros restantes seriam necessários 22 empréstimos do mesmo valor, o que resultaria em dívida superior a US$ 6 bilhões. A conta é simples: cada quilômetro de asfalto custa R$ 1 milhão.

É claro que o governo não conta com tamanho crédito internacional, e nem está em seus planos pavimentar toda essa extensão. A saída, prevista em plano de desenvolvimento a longo prazo, é ter mais opções de escoamento da produção local. Para isso, é preciso reestruturar a matriz de transportes, formada por hidrovias, ferrovias, hidrovias, aerovias e linhões de energia.

                A meta é que, até 2025, sejam feitos investimentos bilionários para equilibrar a logística estadual. Hoje, a balança pende mais para as rodovias, por onde 81% da produção é escoada; os transportes aéreo, ferroviário e por hidrovia ficam com o resto da carga.

Leia Também