Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

Alto consumo de proteína pode ser tão cancerígeno quanto 20 cigarros por dia

Alto consumo de proteína pode ser tão cancerígeno quanto 20 cigarros por dia
07/03/2014 04:00 - bonde.com.br


Uma pesquisa publicada na revista científica "Cell Metabolism" afirmou que pessoas de meia-idade que consomem uma dieta rica em proteína, principalmente animal, tem mais chances de desenvolver tumores malignos. Comparados à pessoas que não consomem alimentos proteicos, as chances aumentaram quatro vezes.

De acordo com a publicação, o alto consumo da proteína de origem animal, encontrada em ovos, leite e carnes, possibilita um risco de desenvolver câncer semelhante ao de pessoas que fumam cerca de 20 cigarros por dia.

Sobre

Durante o estudo foi estabelecida uma dieta base onde 20% das calorias derivavam de proteína. O recomendado é que o consumo do nutriente seja delimitado em 0,8 g por quilo de peso corporal, por dia, cerca de dois bifes de frango ou um bife bovino.

O estudo concluiu que o excesso da proteína animal age no hormônio IGF1, responsável pelo crescimento, acelerando o envelhecimento e possibilitando o crescimento dos tumores.

Porém, em idosos, a proteína é indispensável, já que o hormônio IGF1 não se mostra em altos níveis. O nutriente é importante principalmente para a manutenção do peso.

De acordo com a pesquisa, pessoas com mais de 65 anos que consumiam altas taxas de proteína tinham menos chances de morrer. O recomendado nesta fase é que 15% das calorias consumidas provenham de proteínas.

Médicos e especialistas recomendam ainda que as proteínas sejam retiradas de alimentos como peixes, lentilha e feijões.

A pesquisa foi criticada por alguns especialistas, pois relacionou o consumo de proteínas, que traz benefícios ao organismo, ao hábito de fumar, que não proporciona bem algum.

Para Tim Key, professor do Cancer Research, no Reino Unido, a pesquisa é inconclusiva e necessita de estudos complementares.

Felpuda


Partido está aos poucos montando a que vem sendo chamada de “chapa do quartel”, pois os pré-candidatos são oriundos da caserna. Há quem diga que os dirigentes da legenda ainda estão querendo pegar carona no “fenômeno Bolsonaro”, esquecendo-se que o presidente, embora vindo da área militar, está na política há 30 anos e o seu programa de governo agradou 57,7 milhões de eleitores. Dizem que tchurminha será obrigada a adicionar mais ingredientes no currículo, senão...