ESTUDO

Alimentos orgânicos não são melhores que os convencionais

Alimentos orgânicos não são melhores que os convencionais
04/09/2012 09:51 - Terra


Pesquisa realizada pela Universidade de Stanford, nos Estados Unidos coloca em xeque a ideia de que os alimentos orgânicos são melhores. Ao concluir estudo baseado em 237 levantamentos, pesquisadores indicam que a comida orgânica não traz benefícios diferentes daqueles observados na convencional.

O trabalho, que descarta o vínculo entre saúde e produtos orgânicos, levou em conta estudos que continham testes clínicos e outros sobre níveis de contaminação de frutas e vegetais cultivados de forma orgânica e convencional. O trabalho foi publicado plea revista Annals of Internal Medicine.

A pesquisadora da Divisão de Clínica Médica de Stanford, Crystal Smith-Spangler, diz concluir que os orgânicos não são sempre mais saudáveis e nutritivos, casando surpresa aos cientistas. Crystal afirma que a pesquisa não é contra os orgânicos. Para ela, essa opção ainda é a melhor, não por ser a mais saudável, mas, por entre outros argumentos, ser melhor para o meio ambiente.

Os testes clínicos e de contaminação de vegetais e frutas cultivados nas formas orgânica e convencional indicaram que, nas duas formas, o resultado vitamínico e de nutrientes foi igual para ambos - em apenas um dos testes o produto apresentou mais fósforo entre os orgânicos. Vantagem considerada irrelevante, pois poucas pessoas têm carência desse elemento.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".