Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Março

Alimentação pesa, e IPC-S acelera

16 MAR 11 - 10h:48G1

O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) acelerou para 0,64% na segunda prévia de março, contra alta de 0,59% na semana anterior, segundo informou a Fundação Getulio Vargas (FGV) nesta quarta-feira (16).

O que mais pesou no período foi o grupo alimentação, cuja taxa de variação passou de 0,54% para 0,67%. Exerceram as principais influências os preços de frutas (de 1,46% para 2,46%), carnes bovinas (de -3,10% para -2,80%) e hortaliças e legumes (de 5,38% para 5,51%).

Também registraram aceleração as variações de preços relativos a saúde e cuidados pessoais (de 0,54% para 0,62%), puxados por artigos de higiene e cuidado pessoal (de 0,33% para 0,50%), vestuário (de -0,16% para 0,59%), refletindo os preços de roupas (de -0,35% para 0,81%) e transportes (de 1,08% para 1,17%), sofrendo influência da gasolina (de 0,17% para 0,53%)

Na contramão, foi verificada desaceleração nas variações de preços de despesas diversas (de 1,08% para 0,74%), educação, leitura e recreação (de 0,26% para 0,15%) e habitação (de 0,59% para 0,52%), influenciados, respectivamente, pelos itens cigarros (de 2,04% para 1,31%), passagem aérea (de -4,92% para -9,30%) e empregados domésticos (de 1,97% para 1,39%).

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Após protesto, juiz manda assassino de Uber voltar para o presídio
HORAS DEPOIS

Após protesto, juiz manda assassino de Uber voltar para o presídio

Cleiton celebra interesse, mas negocia renovação com Atlético
VALORIZADO

Cleiton celebra interesse, mas negocia renovação

Nasce a filha de Tatá Werneck e Rafael Vitti
FINALMENTE

Nasce a filha de Tatá Werneck e Rafael Vitti

SESSÃO ENCERRADA

Barroso vota a favor da prisão após condenação em 2ª instância; placar é de 3 a 1

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião