Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, terça, 20 de novembro de 2018

Alianças políticas priorizam interesses locais

5 JUL 2008Por 23h:00
     

Brasília

 

As alianças firmadas entre os partidos para as eleições municipais mostram que a afinidade política e a convergência de programas ficaram em segundo plano. Na prática, sobram exemplos de adversários no plano nacional que se coligaram em várias capitais, priorizando interesses regionais. A elasticidade dessas alianças não exclui nenhum partido.

Em Aracaju, o prefeito Edvaldo Nogueira, do PC do B, tenta a reeleição com o apoio de PSDB e PT, rivais no cenário nacional. Em São Paulo, DEM e PSDB - os dois maiores partidos de oposição ao Governo Luiz Inácio Lula da Silva - não conseguiram manter a aliança histórica que os unia. Da parte do DEM, o prefeito Gilberto Kassab tentará a reeleição com o PMDB de Orestes Quércia. Nacionalmente, os peemedebistas são aliados de Lula.

        Por outro lado, os tucanos lançaram Geraldo Alckmin para tentar derrotar Kassab e buscaram um vice do PTB, também aliado de Lula Em Curitiba o cenário é parecido: o tucano Beto Richa luta pela reeleição tendo como vice Luciano Ducci, do PSB, alinhado ao Planalto.

         

         

        Com informações da Agência Estado

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também