domingo, 15 de julho de 2018

SÉRIE A

Algoz do Palmeiras, Atlético-GO foge do rebaixamento

14 NOV 2010Por 18h:20

O Atlético-GO se firmou como algoz do Palmeiras neste domingo. Depois de eliminar o time na Copa do Brasil e humilhá-lo no Pacaembu na data de seu aniversário, o Dragão venceu com facilidade mais uma vez neste domingo para aumentar a distância para a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro: no Estádio Serra Dourada, fez 3 a 1 nos reservas de Luiz Felipe Scolari.

Com o resultado, o Atlético-GO chega aos 40 pontos ganhos, mais distante da zona de rebaixamento. Gilson e Robston, duas vezes, marcaram os gols do anfitrião. A equipe ainda teve sua missão facilitada pela expulsão do zagueiro Danilo, no início do segundo tempo. Com um a mais, sequer chegou a ter a vitória ameaçada.

Já o Palmeiras continua com 50 pontos, na zona intermediária da tabela, sem chances de chegar ao G-4 nem terminar entre os quatro piores. A equipe foca a disputa da Copa Sul-americana, pela qual pode garantir vaga na próxima Copa Libertadores. Na quarta-feira, o time volta a Goiânia para o primeiro jogo da semifinal, contra o Goiás, novamente no Serra Dourada.

Na próxima rodada, o Atlético-GO faz duelo direto contra o rebaixamento: às 19h30 (de Brasília) do domingo, pega o Avaí na Ressacada, em Florianópolis. Já o Palmeiras mantém seus reservas em atuação diante de outro que está se afastando da degola: o Atlético-MG na Fonte Luminosa, em Araraquara - tem de jogar a 100 km de São Paulo por ter sido punido pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

O jogo - Empurrado pelo bom público presente no Estádio Serra Dourada, o Atlético-GO encontrou um rival sem entrosamento e com baixa produtividade ofensiva. Como a equipe foi pouco ameaçada na defesa, partiu para cima do ataque e encontrou nas jogadas aéreas o caminho mais rápido para balançar as redes. Antes, criou três boas chances, mas desperdiçou.

Aos 18 minutos, Thiago Feltri aproveitou sobra na intermediária e bateu com força para levantar a torcida. No lance seguinte, Juninho passou por Fabrício pela direita do ataque, invadiu a área e bateu sem ângulo, obrigando Bruno a fazer boa defesa. Na cobrança de escanteio, Josiel subiu sozinho e cabeceou com firmeza, mas o goleiro do Verdão apareceu muito bem novamente.

Aos 30 minutos, o Atlético-GO aproveitou falha da zaga alviverde para inaugurar o marcador. Robston cobrou escanteio e Agenor cabeceou com firmeza. A bola tocou a trave e sobrou para Gilson testar para o fundo das redes. No restante da etapa final, a partida seguiu modorrenta, sem grandes lances de emoção ou criatividade. O Dragão segurou o placar e o Verdão.

Na segunda etapa, a situação foi ficando cada vez mais fácil para o Atlético-GO confirmar a fama de algoz. Aos 10 minutos, Robston carregou pela intermediária e chutou de bico, mandando a bola no canto esquerdo de Bruno. Cinco minutos depois, Danilo fez falta infantil no meio-campo e acabou expulso, ao receber o segundo cartão amarelo. Com um a mais, o Dragão foi para cima.

Aos 19 minutos, Marcão fez jogada em velocidade pela direita e cruzou na área, onde Robston apareceu livre para bater de primeira, no ângulo direito, aumentando a vantagem do anfitrião. Nos minutos finais, a partida esteve totalmente sob controle do Dragão, que em nenhum momento teve a superioridade ameaçada pelo Palmeiras. O Verdão, por sua vez, aproveitou para testar novos talentos como Jean e Bruno Turco.

Leia Também