Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

ex-piloto

Alemães admitem que Schumacher pode ficar em coma irreversível

16 JAN 14 - 09h:37TERRA

De acordo com a imprensa alemã, existe a possibilidade de Michael Schumacher permanecer em estado vegetativo. Desde o acidente do heptacampeão de Fórmula 1 em 29 de dezembro, o alemão está em coma induzido em um hospital de Grénoble (França), correndo o risco de não despertar mais. Segundo a revista Focus, especialistas afirmam que o ex-piloto “pode ficar em coma para sempre”. Já o jornal Bild afirmou que não há planos para despertá-lo diante da gravidade do caso. As informações da segunda publicação não são oficiais, já que os médicos que cuidam de Schumacher não divulgam boletins nos últimos dias. De acordo com o jornal britânico Daily Mail, “o silêncio de seus agentes e da equipe médica que o trata em Grénoble leva muitos a temer pelo pior”.

A oxigenação cerebral é reduzida em estados de coma, mas os pacientes nestas condições costumam ser despertados em até duas semanas. Schumacher, porém, ainda não se recuperou o suficiente para acordar do coma, levando à especulação – entre várias teorias – de que seu cérebro estaria gravemente comprometido. “Pode ter havido complicações”, disse o neurocirurgião Andreas Zieger, da Clínica Universitária de Oldenburg (Alemanha), à revista Focus. “Não deveríamos especular aqui. Estamos falando aqui de vida e morte. Um coma pode, em tese, ser mantido por toda uma vida. Isso não danificaria o cérebro humano”, completou.

Zieger lembrou, entretanto, que o corpo de Schumacher está sujeito a vários danos diante do acidente e da internação: estresse no fígado diante do uso de anestésicos, atrofia muscular e aumento da pressão intracraniana, resultante da falta de circulação de líquido cefalorraquidiano (LCR).

“Lesões cerebrais estão entre as mais complicadas que podem acontecer ao corpo humano. Previsões sobre o a duração do coma de uma pessoa ou de potenciais complicações são geralmente pouco confiáveis”, completou. O tom é mais alarmista no depoimento de Gereon Fing, neurologista da cidade de Colônia também citado pela imprensa alemã. Segundo Fink, a situação de Schumahcer pode ser pior do que aparentava. “Se as lesões forem tão severas a ponto de atingir o paciente, ele é mantido em um coma induzido”, lembrou Fink. “Dependendo da região do sangramento, a hemorragia pode levar a uma paralisia unilateral, desordens de fala ou mudanças de personalidade”, completou.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Tratamento para tuberculose é recorde, mas 3 milhões não têm acesso
SAÚDE

Tratamento para tuberculose é recorde, mas 3 milhões não têm acesso

Everton lamenta derrota para Fortaleza, mas pede foco para decisão contra o Flamengo
FUTEBOL

Everton lamenta derrota para Fortaleza, mas pede foco para decisão contra o Flamengo

No Japão, Bolsonaro terá encontro bilateral com presidente da Ucrânia
VIAGEM

No Japão, Bolsonaro terá encontro bilateral com presidente da Ucrânia

Número de mortos em desabamento de prédio em Fortaleza sobe para 9
TRAGÉDIA

Número de mortos em desabamento de prédio em Fortaleza sobe para 9

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião