Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

CRISE

Além de dólar, Argentina restringe compra de reais

6 JUL 12 - 19h:41AGÊNCIA BRASIL

As medidas do governo argentino para restringir a compra de moedas estrangeiras incluem o real, segundo informam à BBC Brasil as assessorias de imprensa do Banco Central e da Administração Federal de Ingressos Públicos (Afip, equivalente à Receita Federal).

“As medidas não são apenas para a compra de dólares, mas para reais e qualquer outra moeda estrangeira”, esclareceram.

Na quinta-feira (5), o governo formalizou a “suspensão” de compra de moeda estrangeira para a poupança, segundo comunicado do Banco Central. As medidas de restrição ao câmbio começaram a ser aplicadas em outubro do ano passado, após a reeleição da presidenta Cristina Kirchner.

Em junho, as medidas foram ampliadas aumentando as queixas dos argentinos acostumados, pelo menos desde a década de 1970, segundo economistas, a comprar e vender imóveis em dólares e a poupar, principalmente, na moeda norte-americana.

Na prática, atualmente toda operação feita pelas casas de câmbio argentinas deve ser aprovada pela Afip. Uma pessoa que queira viajar ao exterior deve informar o destino e quantos dias de viagem têm programados para justificar a compra de moeda estrangeira.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Felpuda

AGRICULTURA E JUSTIÇA

Ministérios assinam acordo para combater abusos no crédito agrícola

Bombeiros confirmam terceira morte em desabamento em Fortaleza
PRÉDIO RUIU

Bombeiros confirmam terceira morte em desabamento em Fortaleza

IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA

Juiz extingue ação contra Alckmin por supostos desvios de R$ 3 bi do Fundeb

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião