Terça, 23 de Janeiro de 2018

Além de corpos, Aeronáutica encontra pedaço de asas do Airbus

6 JUN 2009Por 21h:50
     

        Da redação

        O tenente-coronel Henry Munhoz da Aeronáutica informou na noite deste sábado que foram encontradas materiais do Airbus A330 da Air France. "(Havia) vários destroços da aeronave: entre eles assentos do avião, bem como parte das asas", afirmou. "Durante 24 horas por dia, continuaremos empenhados nas missões de buscas, na prioridade na busca por corpos".

        Os dois corpos encontrados nesta manhã foram transferidos para a Fragata Constituição, que se dirige a Fernando de Noronha. De lá eles devem ser levados a Recife. A Aeronáutica anunciou ainda que o conteúdo da mochila, do laptop e da pasta de couro coletadas pelas equipes de busca no Oceano Atlântico será repassado apenas às famílias dos passageiros do voo 447. Caberá a elas decidir se essas informações serão tornadas públicas.

        O tenente-coronel afirmou, ainda, que o estado dos dois corpos, do sexo masculino, não será apresentado. Os corpos e os itens recolhidos pela corveta Caboclo já foram repassados para a fragata Constituição. A embarcação está a caminho de Fernando de Noronha. Os corpos serão catalogados no arquipélago e, depois, enviados ao Instituto Médico-Legal (IML) do Recife, para identificação.

        Munhoz informou ainda que as buscas seguem sem interrupção com prioridade para o resgate dos corpos. "A ordem de prioridade é: sobreviventes, corpos e destroços", afirmou. A operação que encontrou dois corpos de homens contou com a ajuda de aeronaves francesas e dos Estados Unidos, mas o resgate foi feito com aeronave e navio brasileiros.

        As peças do avião Airbus 330 que desapareceu sobre o Oceano Atlântico há uma semana também são levadas para perícia em Recife. Ainda de madrugada, o avião radar R-99 havia descoberto uma série de pontos a aproximadamente 69 quilômetros do local do último comunicado feito pelo avião no domingo. Pela manhã, aviões de busca foram enviados à região e visualizaram os destroços.

         

Leia Também