Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Saúde

Álcool no início da gestação dobra risco de parto prematuro

12 MAR 14 - 00h:00terra

​Ingerir três doses de álcool por semana durante o início da gravidez pode dobrar as chances de o bebê nascer prematuro ou abaixo do tamanho esperado, diz uma nova pesquisa. O estudo aponta também que o consumo de dois drinques por semana durante este período da gestação, que é o máximo recomendado oficialmente, também pode aumentar o risco de parto prematuro. As informações são do Daily Mail.

Segundo pesquisadores da Leeds University, a única maneira de garantir que o álcool não irá prejudicar a gravidez é não ingerir bebidas do tipo. O estudo, no entanto, mostra que as mães de classe média costumam beber mais do que o recomendado durante o período em que o bebê está em formação e corre maiores riscos de sofrer danos causados pelo álcool. “Nossas descobertas sugerem que deve-se recomendar às mulheres que não bebam quando estão tentando engravidar ou já estão à espera de um bebê”, disse Camilla Nykjaer, da Leeds University.

Para o estudo, 1.264 mulheres com poucos riscos de sofrer complicações durante o parto responderam a um questionário sobre os hábitos alimentares durante a gestação. Elas foram perguntadas sobre com qual frequência ingeriram bebidas alcoólicas, e de qual tipo, em quatro momentos: nas quatro semanas anteriores à concepção e em cada um dos três trimestres de gravidez. A pesquisa descobriu que o consumo de álcool foi significantemente mais alto antes da concepção e durante os três primeiros meses de gravidez. As mulheres consumiram, em média, 11 drinques por semana antes de ficarem grávidas, quatro durante os três primeiros meses de gestação e menos de dois depois deste período.

Cerca de metade das mulheres consumiram mais bebidas alcoólicas do que o recomendado durante o primeiro trimestre e quase quatro a cada 10 disseram ter consumido mais de 10 unidades por semana logo após engravidarem.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Homem é morto a tiros ao chegar na casa da namorada
PONTA PORÃ

Homem é morto com 16 tiros na fronteira

MUNDO

Manifestantes em mais de 150 países defendem meio ambiente

MUDANÇAS

Sancionada MP que permite que bancos abram aos sábados

Professores também podem lecionar no domingo
Deputado é criticado por <br> fazer copia e cola de lei federal
PROTEÇÃO DE DADOS

Deputado é criticado por
fazer copia e cola de lei federal

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião